Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Érika dos Reis

Santa Catarina ultrapassa 100 mortes por dengue e contabiliza 67 mil casos confirmados

Compartilhe esta notícia:

Previous slide
Next slide

painel de monitoramento da Secretaria do Estado de Saúde (SES), com dados atualizados nesta terça-feira (23), mostram que Santa Catarina já registrou 109 mortes por dengue somente neste ano.

Em 2023, foram 98 mortes em 12 meses.

Segundo a SES, até a manhã desta terça (23) o Estado tinha 67.204 casos confirmados da doença e 178.557 casos prováveis de dengue.

Dados divulgados nesta segunda (22) pela Dive-SC mostram que Santa Catarina aplicou 32.755 doses da vacina contra a dengue até agora, o que corresponde a apenas 22% do público-alvo.

Por enquanto, os imunizantes são destinados apenas a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos. A vacina está sendo aplicada em municípios das regiões Nordeste e Grande Florianópolis.

Vacinação

A vacinação de crianças e adolescentes, entre 10 e 14 anos, continua sendo feita gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no Norte e na Grande Florianópolis.

Até esta segunda-feira (22), foram aplicadas 32.755 vacinas nos postos de saúde. Na região Norte, foi vacinado 31,49% do público-alvo. Na Grande Florianópolis, 13,33%. Os números são da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive).

Prevenção

Enquanto a vacina não chega a todos os públicos, o mais importante é evitar que o mosquito Aedes aegypti se reproduza.

A Dive divulgou orientações para evitar a proliferação do mosquito. O importante é não deixar água parada, para que o inseto não consiga se reproduzir.

  • evite usar pratos nos vasos de plantas – se usá-los, coloque areia até a borda;
  • guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
  • mantenha lixeiras tampadas;
  • deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
  • plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
  • trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
  • mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
  • retire a água acumulada em lajes;
  • dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;
  • mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;
  • denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;
  • caso apresente sintomas de dengue, febre de chikungunya ou vírus da zika, procure uma unidade de saúde para o atendimento

Sintomas

Segundo a Dive, os principais sintomas da dengue são:

  • febre de 39°C a 40°C de início abrupto
  • dor de cabeça
  • fraqueza
  • dores no corpo
  • dor nas articulações
  • dor no fundo dos olhos
  • manchas pelo corpo
  • perda de apetite
  • náusea
  • vômito
  • A recomendação da Dive é que quem apresentar os sintomas deve procurar um serviço de saúde.

FONTES: G1 / PORTAL SUL AGORA / DIVE

Fale conosco

Preencha o formulário abaixo que em breve entraremos em contato

Inbox no Facebook

Rua Rui Barbosa, 111 – Vila Nova, Imbituba – SC Brasil