Publicidade


Notícias


Pesquise


SC: Após 3ª decisão judicial desfavorável e escolta da PM, caminhoneiros pró-Bolsonaro desbloqueiam centros de distribuição de combustíveis Segurança

SC: Após 3ª decisão judicial desfavorável e escolta da PM, caminhoneiros pró-Bolsonaro desbloqueiam centros de distribuição de combustíveis

por Administrador 09-09-2021 há 2 mêses 933

  • Tweet

Publicidade

O abastecimento de combustíveis em Santa Catarina vem sendo retomado desde que as bases de distribuição que estavam bloqueadas por caminhoneiros pró-Bolsonaro foram liberadas ao longo desta quinta-feira, após negociações e decisões judiciais desfavoráveis aos manifestantes.

Na madrugada desta quinta, caminhoneiros apoiadores da paralisação liberaram a passagem de caminhões para abastecer os postos do Litoral Norte, após trancarem a base de distribuição de combustíveis em Itajaí.

A liminar foi emitida pela Justiça a pedido do Sincombustíveis (Sindicato do comércio varejista de derivados de Petróleo do Litoral Catarinense e Região) ainda na manhã de quinta. Para garantir o cumprimento da liminar, a PM (Polícia Militar) teve que fazer escolta dos caminhões.

A base de armazenamento e distribuição, em Guaramirim, que estava bloqueada desde a manhã desta quarta-feira (8), também foi liberada. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou nesta tarde, que os veículos de carga já  circulavam normalmente, inclusive, saindo da distribuidora com combustíveis.

A própria base confirmou que a situação está normalizada no local e que os caminhões que transportam os combustíveis até os postos do Estado estão sendo escoltados pela polícia.

Caminhoneiros desbloqueiam centros de distribuição de combustíveis em SC
Caminhões que fazem o transporte de combustíveis voltaram a circular para reabastecer os postos do Estado

O abastecimento de combustíveis em Santa Catarina, aos poucos, começa a ser retomado nesta quinta-feira (9). Isso porque bases de distribuição que estavam bloqueadas por caminhoneiros foram liberadas ao longo do dia após negociações.

Na madrugada desta quinta, caminhoneiros apoiadores da paralisação liberaram a passagem de caminhões para abastecer os postos do Litoral Norte, após trancarem a base de distribuição de combustíveis em Itajaí.

A liminar foi emitida pela Justiça a pedido do Sincombustíveis (Sindicato do comércio varejista de derivados de Petróleo do Litoral Catarinense e Região) ainda na manhã de quinta. Para garantir o cumprimento da liminar, a PM (Polícia Militar) teve que fazer escolta dos caminhões.

A base de armazenamento e distribuição, em Guaramirim, que estava bloqueada desde a manhã desta quarta-feira (8), também foi liberada. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou nesta tarde, que os veículos de carga estão circulando normalmente, inclusive, saindo da distribuidora com combustíveis.

A própria base confirmou que a situação está normalizada no local e que os caminhões que transportam os combustíveis até os postos da região Norte do Estado estão sendo escoltados pela polícia.

O presidente do Sindipetro/SC, Luiz Antônio Amin, estima que até sábado (11) a situação do sistema de abastecimento estará normalizada.


Grande Florianópolis

Após 15h de obstrução, os caminhoneiros liberaram o bloqueio realizado na distribuidora da Petrobras em Biguaçu. Esta paralisação era a responsável pelo desabastecimento nos postos da Grande Florianópolis.

A desarticulação do ato ocorreu após negociação com a PMRv (Polícia Militar Rodoviária) e por pressão das decisões judiciais publicadas nesta quarta-feira (8) que estabelecem multa aos manifestantes que insistirem nos atos.

O vice-presidente do Sindópolis, Joel Fernandes, disse que os combustíveis chegam gradativamente aos postos. Após a liberação, a expectativa é de que o abastecimento nos estabelecimentos seja normalizado em dois ou três dias.

Segundo ele, no momento, 80% dos postos da Grande Florianópolis estão sem combustível. A região é abastecida pelas unidades de Biguaçu e Itajaí.

Terceira decisão judicial enfraqueceu bloqueios de caminhoneiros em toda BR-101 de SC

O juiz federal Claúdio Marcelo Schiessl determinou, na tarde desta quinta-feira, que fosse garantida a passagem dos caminhões e veículos da empresa alimentícia BRF, autora da ação, em toda a extensão da BR-101 em Santa Catarina. Na decisão, a União e os manifestantes deveriam garantir a não obstrução dos trechos. A Justiça também liberou uso de “uso proporcional de força policial” para tanto.

Esta foi a terceira decisão da Justiça Federal referente aos bloqueios registrados nas rodovias federais desde a última terça-feira (7). Os manifestantes reivindicam a destituição do STF (Supremo Tribunal Federal), a volta do voto impresso e proibiam a passagem de todo caminhão que não transportasse oxigênio, medicamento ou produtos perecíveis.

O juiz estabeleceu multa de R$10 mil por dia contra a União, em caso de permanência do bloqueio dos veículos. Também são passíveis de multa os manifestantes que impedirem os caminhões de seguir viagem. 

Assim como esta, as outras decisões foram publicadas na noite desta quarta-feira (8). Elas determinavam, respectivamente, a liberação de todos os bloqueios nos trechos entre Paulo Lopes e a divisa com o Rio Grande do Sul, assim como a permissão para que os veículos da BRF transitem livremente pela BR-116 – em ação também movida pela distribuidora.

    Palavras-chave
  • Imbituba
  • Itajaí
  • Laguna
  • Garopaba
  • Imaruí
  • Paulo Lopes
  • Capivari
  • Tubarão
  • gasolina
  • combustível
  • bloqueios
  • caminhoneiros
  • postos
  • falta
  • base
  • distribuição
  • SC
  • caos
  • Bolsonaro
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil