Publicidade


Notícias


Pesquise


Somos todos Jorginho: imbitubense pode virar herói na Itália; decisão da Eurocopa é hoje, contra a Inglaterra, com transmissão pela Globo Esportes

Somos todos Jorginho: imbitubense pode virar herói na Itália; decisão da Eurocopa é hoje, contra a Inglaterra, com transmissão pela Globo

por Administrador 11-07-2021 há 4 mêses 1011

  • Tweet

Publicidade

As seleções de Itália e Inglaterra decidem o cobiçado título da Eurocopa em um confronto, na tarde deste domingo (11), às 16h, em Londres com transmissão ao vivo pela TV Globo e SporTV. E para erguer novamente a taça da maior competição entre seleções do Velho Continente depois de 68 anos de jejum, os italianos apostam no talento brasileiro, mais especificamente, no futebol do imbitubense que acabou de conquistar a Europa com seu clube, campeão da Liga dos Campeões com o Chelsea sobre o Manchester City. Reservas, os brasucas Èmerson e Rafael Toloy também reforçam a seleção do país da bota.

Titular absoluto do meio-campo da Azzurra, Jorginho Frello, aos 29 anos está no auge da carreira na qual já foi campeão da Supercopa e Copa Itália pelo Napoli e da Liga Europa e Liga dos Campeões no Chelsea. Ele já é cotado, inclusive, para o prêmio de melhor jogador de futebol do planeta, a Bola de Ouro. Primeiro catarinense a chegar a uma final de Eurocopa, o fenômeno criado no Bairro Vila Nova vem encantando o mundo com seu futebol inteligente composto por muita habilidade na armação de jogadas e aplicação na marcação dos adversários que resulta em interceptações e roubadas de bola. 

A vantagem no total de confrontos (27) entre as duas seleções é da Itália, que venceu em dez oportunidades. A Inglaterra ganhou oito, e as equipes empataram nove vezes. Na Euro, a maior eficiência segue sendo da Azzurra, que eliminou os atuais donos da casa duas vezes - em 2012, nas quartas de final, e em 1980, na segunda rodada da fase de grupos.

Para chegar até aqui, os dois times precisaram passar por prorrogações. Enquanto a Itália ganhou da Espanha em cobrança perfeita de pênalti de Jorginho, a Inglaterra contou com uma penalidade contestável sofrida por Sterling para avançar. Schmeichel, da Dinamarca, até defendeu a batida de Kane, mas o atacante converteu no rebote.

Famosa por vencer jogando na retranca e idolatrar goleiros e zagueiros, a atual seleção italiana pode conquistar a Eurocopa indo para cima dos adversários, tudo sob a batuta de Jorginho. De quebra, pode ainda entrar para o livro dos recordes como o melhor ataque da história da competição. 

O time comandado por Roberto Mancini tem 12 gols anotados no torneio e já igualou as melhores marcas de qualquer equipe italiana em qualquer competição de primeiro escalão (Eurocopa e Copa do Mundo). Se balançar as redes duas vezes na decisão contra os ingleses, a Itália alcançará o recorde de 14 tentos da França na competição da Uefa de 1984. Agora, se marcar pelo menos três gols, será a dona do melhor ataque que o torneio já viu em seis décadas de existência.

Na soma de todas as competições e amistosos, a atual seleção italiana já defende uma sequência de 15 partidas consecutivas marcando pelo menos um gol. A última vez que passou em branco foi no 0 a 0 contra a Polônia, em outubro, pela Liga das Nações. A série sem perder é ainda mais expressiva: 33 partidas, a terceira maior da história do futebol de seleções. Apenas o Brasil (36 jogos, entre 1993 e 1996) e a Espanha (35 compromissos, entre 2007 e 2009) ficaram mais tempo sem serem derrotados. Os italianos não sabem o que é perder desde o dia 10 de setembro de 2018, quando foram batidos por 1 a 0 por Portugal. Aquela, no entanto, foi apenas a quinta partida da Azzurra sob comando de Mancini.

Carreira de Jorginho

Depois de ser lapidado em Imbituba pelos professores Mário de Souza Batista Jr. Luiz Peixe e Pepê, aos 15 anos Jorginho rumou para a Itália, onde se formou nas categorias de base do Hellas Verona. Após início difícil, com empréstimo para o modesto Sanbonifacese, o imbitubense ganhou destaque. As boas atuações renderam uma transferência para o Napoli, em 2014, onde caiu nas graças do frenético treinador Mauricio Sarri.

Na equipe napolitana, o meia ganhou visibilidade nacional, sendo um dos principais atletas do time formado por Sarri.

Com cidadania italiana e cansado de esperar pela CBF por um chado à Seleção Brasileira, foi convocado para defender a seleção nacional da Itália pela primeira vez em 2016, por jogar desde jovem no país da Europa.

Com a ida de Sarri para o Chelsea, Jorginho se transferiu para o clube inglês por 50 milhões de euros (cerca de R$ 230 milhões), em 2018. Logo na sua primeira temporada em Londres, conquistou o título da Liga Europa sobre o rival Arsenal. Aos 28 anos, ele foi um dos pilares da conquista do bicampeonato da Liga dos Campeões pelo Chelsea, em maio deste ano, sendo eleito para a seleção do torneio.

Jorginho Frello Imbituba Itália Chelsea
Jorginho com a irmã, Fernanda (E), e a mãe, Maria Tereza, em momento família


    Palavras-chave
  • Imbituba
  • Jorginho
  • Itália
  • italiana
  • Inglaterra
  • Chelsea
  • seleção
  • final
  • decisão
  • gol
  • imbitubense
  • Eurocopa
  • Mancini
  • Champions
  • Liga dos Campeões
  • Europa
  • campeão
  • catarinense
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil