Publicidade


Notícias


Pesquise


Imbituba em Poesias: no 16º capítulo do livro, Aires Júnior homenageia a estrada de ferro Donna Thereza Cristina, que escoa o carvão mineral Cultura

Imbituba em Poesias: no 16º capítulo do livro, Aires Júnior homenageia a estrada de ferro Donna Thereza Cristina, que escoa o carvão mineral

# por Aires Antonio de Souza Junior 24-04-2021 há 3 semanas 1437

  • Tweet

Publicidade

Prezado leitor, a 16ª poesia do livro "Imbituba em Poesias", de minha autoria, é uma homenagem à estrada de ferro que liga as minas da região carbonífera sul catarinense ao porto de Imbituba. Nesta semana, nossa poesia é em honra a Estrada de Ferro Donna Thereza Christina.

Convido você a adquirir o livro ʺImbituba em Poesiasʺ, que está à venda na "Banca do Maneca Café", situada à esquina da rua Nereu Ramos com a rua Ernani Contrin ou pelo WhatsApp 999283444.

ESTRADA DE FERRO

Em 1° de setembro de 1884
Aconteceu a inauguração
 Da Estrada de Ferro  Donna Thereza Christina, 
Batizada em honor à esposa de Don Pedro II,
O Imperador!
Foi construída pelos ingleses
Na intenção de explorar as minas de carvão
Da cabeceira do Rio Tubarão!
*Eram 118 quilômetros de extensão
Entre Imbituba e Lauro Muller
Seu ponto final. 
 Do Porto de Imbituba ocorreria à exportação
 Exportação do carvão mineral.
Por décadas a ferrovia transportou passageiros
Entre os municípios da região.
A partir da “Rua de Baixo”
A região central de Imbituba cresceu
Em função do carvão que chegava ao porto
Ela se desenvolveu.
Sinto saudades da minha infância
Vivida na “Rua de Baixo”
Quando me pegava a admirar 
Contemplando a “Maria Fumaça” a passar.
A locomotiva arrastando uma fileira de vagões
Com apitos estridentes e espalhafatosos a avisar,
Que o trem estava por chegar. 
Atualmente
Através da estrada de ferro
Containers com produtos variados 
Chegam ao Porto de Imbituba.
Garantindo nos tempos atuais
O glamour da ferrovia de tempos atrás.
Um dos símbolos do nosso brasão
A ferrovia é um marco da nossa evolução.
 Imbituba não seria a mesma sem 
A Estrada de Ferro Tereza Cristina.
Desta forma então,
Expresso aqui a minha gratidão.

     *Atualmente, com 164 quilômetros de extensão, a ferrovia cruza 14 municípios da região sul catarinense

Sobre o colunista Aires Junior

Aires Antonio de Souza Junior nasceu em Imbituba, Santa Catarina, em 29 de agosto de 1970.  Graduado em Odontologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).  É especialista em Odontopediatria pela Universidad de Concepcíon (Chile) e, em Ortodontia, pela FUNORTE (SOEBRAS). É Professor da Faculdade de Odontologia da UNISUL - Campus Tubarão-SC, desde 2014. 

Escritor, poeta, músico e compositor, gravou três de suas inúmeras composições no CD JAM, coletânea catarinense lançada em Florianópolis, no ano de 1995. Em 2008, lançou o CD Infantil “O Sapo Sorridente” - A Saúde Bucal Cantada em Músicas da Cantiga de Roda Brasileira", que vendeu mais de 4 mil cópias. Atualmente, lança suas novas produções musicais no YouTube.

É Membro da ALBSC/Imbituba, desde junho de 2018, ocupando a cadeira de número 31.     Em 2019, Aires lançou o seu primeiro livro, “Nadando em Águas Abertas – Explorando o Brasil” é foi um dos autores da “Antologia em Rimas, Versos e Prosas”, da ALBSC-Seccional de Imbituba. Em 2020, Aires lançou o livro "Imbituba em Poesias"        ʺIMBITUBA EM POESIASʺ é o segundo livro do escritor, compositor, músico e poeta imbitubense Aires Antonio de Souza Junior. 

Após lançar o livro ʺNadando em Águas Abertas – Explorando o Brasilʺ, o autor resolve diversificar e partir para o universo das poesias. Nesta sua segunda obra literária, Aires realiza uma linda homenagem a sua cidade natal, ao escrever poesias em honra a personagens históricos de Imbituba, além de exaltar as principais praias, lagoas, ilhas, igrejas e trilhas da cidade, sem se esquecer do porto, da estrada de ferro e da Baleia Franca Austral, símbolos do brasão municipal.  Para finalizar, Aires expõe sua visão sobre a existência e o amor. São cinquentas poesias escritas por ocasião da celebração do aniversário de 50 anos do autor. Em suas mãos, um livro que deveria fazer parte das obras literárias sugeridas a todos os alunos das escolas do nosso município; um livro que todos os imbitubenses deveriam ler.

    Palavras-chave
  • Imbituba em Poesias
  • Aires Junior
  • livro
  • Imbituba
  • escritor
  • história
  • poesia
  • ferrovia Thereza Cristina
  • porto
  • ferrovia
  • Donna
  • Henrique Lage
  • carvão
  • minas
  • carbonífera
  • trem
  • Tweet
Atenção

As opiniões de nossos colunistas não expressam necessariamente a opinião do Portal AHora e são de responsabilidade dos mesmos. O espaço é aberto para a expressão pessoal, independentemente de credo, linha de atuação ou posição política, de acordo com a forma que cada um de nossos colunistas vê e sente o mundo.


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil