Publicidade


Notícias


Pesquise


Impeachment: Governador Moisés (PSL) é afastado pela segunda vez e pode perder definitivamente o cargo; vice-governadora toma posse na terça Política

Impeachment: Governador Moisés (PSL) é afastado pela segunda vez e pode perder definitivamente o cargo; vice-governadora toma posse na terça

por Redação 28-03-2021 há 8 mêses 1350

  • Tweet

Publicidade

Uma notícia política das mais alarmantes tomou conta da opinião pública catarinense ao final desta semana.  O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL), será afastado temporariamente do cargo por até 120 dias, após votação favorável ao impeachment pela compra de respiradores por R$ 33 milhões com dispensa de licitação. A partir de terça-feira (2) a vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido) assumirá o cargo.

Essa é a segunda vez que Moisés é afastado. A votação do tribunal especial de julgamento desta sexta-feira (26) iniciou às 9h e acabou por volta de 23h30, duas horas mais cedo do que a votação em outubro do ano passado. Ambas as votações tiveram o mesmo placar: 6 a 4 a favor dos afastamentos.

Naquela ocasião, se analisou o pedido de impeachment contra ele e a vice, relacionado ao aumento salarial dos procuradores do Estado em 2019. Assim como em outubro, Daniela passa agora a possuir plenos poderes de nomear a equipe de governo e gerenciar o orçamento do Estado por até 120 dias.

No primeiro processo de impeachment, Moisés foi absolvido e retornou ao cargo. Agora, ele deve aguardar novamente por uma decisão, que irá ocorrer em um novo julgamento por crime de responsabilidade, ainda sem data, a ser realizado por deputados e desembargadores. Se condenado, perderá o cargo definitivamente.

Durante esse período de ausência, ele irá perder 1/3 de seus vencimentos. Assim, o seu salário bruto pelo cargo de governador passará de R$ 15 mil para R$ 10 mil, conforme o portal da transparência do poder executivo de Santa Catarina.

Conforme o rito de julgamento, o governador será informado oficialmente sobre a decisão na próxima segunda-feira (29), primeiro dia útil após a votação.

Moisés terá 48 horas, após a intimação por parte do tribunal, para se apresentar. Após esse prazo, será aberta vista aos autos aos advogados, que terão mais 48 horas para apresentar o rol de contrariedades e testemunhas de defesa.

Esgotados os prazos, o presidente do tribunal deliberará sobre eventuais pedidos de diligência e deve combinar a data e horário da sessão de julgamento para os próximos dias, assim como determinar a intimação das partes, seus advogados e das testemunhas. O julgamento pode ser antecipado ou estendido, o que dependerá do entendimento do tribunal.

 O pedido de impeachment será arquivado caso a maioria vote pela permanência do governador no cargo. Se Moisés for definitivamente afastado, ele não poderá concorrer a cargos políticos por oito anos e Daniela Reinehr permanecerá como governadora até o fim do mandato.

Fonte: ND Mais

    Palavras-chave
  • Santa
  • Catarina
  • impeachment
  • Carlos
  • Moisés
  • afastamento
  • processo
  • governador
  • respiradores
  • licitação
  • julgamento
  • cargo
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil