Publicidade


Notícias


Pesquise


Pandemia: Imbituba contabiliza mais infectados nesta quarta-feira (27) e Tubarão e Jaguaruna registram mortes; SC tem novo mapa de risco Saúde

Pandemia: Imbituba contabiliza mais infectados nesta quarta-feira (27) e Tubarão e Jaguaruna registram mortes; SC tem novo mapa de risco

por Administrador 27-01-2021 há 1 mês 2029

  • Tweet

Publicidade

A Prefeitura de Imbituba confirmou, no início da noite desta quarta-feira (26), 36 novos infectados pela Covid-19, chegando ao total de 4741 casos desde o início da pandemia. Registro ocorre no mesmo dia em que Tubarão e Jaguaruna registraram novas mortes e a região da Amurel, da qual Imbituba faz parte, se manteve no nível grave no novo mapa de risco divulgado nesta quarta-feira (27) pela Secretaria Estadual de Saúde.

Do total de casos confirmados nesta quarta-feira, quatro foram confirmados por exames laboratoriais (LACEN) e 32 por teste rápido, sendo o Bairro Nova Brasília o com maior número de infectados, sete no total. Da última sexta-feira até esta terça-feira, Imbituba, que contabiliza 38 mortes nesta pandemia, vinha registrando uma média de 42,6 novos diagnósticos positivos por dia. Contagem desta quarta-feira representa, portanto, uma leve queda na média. 

Ainda de acordo com a Vigilância Epidemiológica Municipal, a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Camilo tem, hoje, somente um paciente internado, com confirmação da doença, morador de Imbituba. Num todo, com os pacientes em isolamento na enfermaria, o HSC tem no momento quatro pacientes, três deles moradores do município.

Tubarão e Jaguaruna registram novas mortes provocadas pelo coronavírus

Tubarão e Jaguaruna registraram uma morte cada por covid-19 nesta quarta-feira (27). Foram o 208º e o 27º óbitos, respectivamente, nos municípios.

Em Tubarão, a vítima foi um idoso de 68 anos. São 14.735 casos positivos para o vírus desde o início da pandemia, 14.181 deles curados. Vinte tubaronenses estão hospitalizados por causa da doença, 14 deles na UTI.

Em Jaguaruna, a vítima foi o professor de geografia Rangel Garcia Machado, de 41 anos. O município soma 1.746 casos e 1.694 recuperados. Oito moradores estão internados, um deles na UTI.

Professor de geografia Rangel Garcia Machado morreu pela covid-19 aos 41 anos

A Amurel registrou até o momento 479 mortes por covid: Tubarão (208), Laguna (49), Braço do Norte (41), Imbituba (38), Capivari de Baixo (30), Jaguaruna (27), Gravatal (17), Pescaria Brava (9), Pedras Grandes (9), São Ludgero (9), Imaruí (8), Armazém (6), Sangão (6), Grão-Pará (6), Rio Fortuna (5), Santa Rosa de Lima (4), Treze de Maio (4) e São Martinho (3).

SC tem novo mapa de risco para Covid-19; veja a sua região

Após mais de dois meses, Santa Catarina volta a ter uma região em nível alto (cor amarela) em risco potencial para a Covid-19, mostra o novo mapa de risco divulgado nesta quarta-feira (27) pela SES (Secretaria Estadual de Saúde).
Enquanto isso, o Extremo-Oeste passou de grave para o nível de maior atenção. Oito regiões estão em nível gravíssimo (cor vermelha) e sete regiões em nível grave (cor laranja), mostram os dados da Matriz de Risco Potencial.
 

A última vez que o estado tinha registrado uma região em nível alto, cor amarela, foi no dia 11 de novembro, quando o Extremo-Oeste foi classificado nessa situação. Nesta nova atualização o Extremo-Sul está em amarela.
Em comparação com a semana anterior, o Extremo-Oeste passou de grave para o nível de maior atenção, enquanto o Extremo-Sul saiu do patamar grave para o alto (amarelo). A Grande Florianópolis e Serra catarinense também apresentaram melhora e passaram de gravíssimo para grave.


Transmissibilidade

Houve uma redução nos índices de transmissibilidade. Neste quesito, apenas a região do Médio Vale do Itajaí está em nível gravíssimo. Todas as outras se encontram em nível grave.

A capacidade de atenção, que mede o índice de ocupação de leitos, ainda segue preocupante em sete regiões que estão em nível gravíssimo, ao mesmo tempo as regiões do Extremo-Sul, Carbonífera e Laguna foram classificadas no nível mais baixo, ou seja, moderado (cor azul).


 

“A região sul do Estado tem registrado ocupações de leito de UTI inferiores a 70%, mas em outras localidades ainda há uma taxa superior a 80%. Em relação ao número de casos, houve uma redução de casos diagnosticados, o que pode indicar uma estabilidade. É preciso manter os cuidados e os regramentos sanitários”, lembra a epidemiologista Maria Cristina Willemann.

Mudanças na data de divulgação da Matriz de Risco

A partir da próxima semana, a Matriz de Risco Potencial Regional, que avalia as condições da Covid-19, passará ser divulgada aos sábados, com dados coletados nas sextas feiras. As alterações e medidas sanitárias passarão a ser aplicadas na segunda-feira subsequente.

O objetivo desta alteração na data da divulgação e do início das ações necessárias, segundo a SES, é proporcionar às atividades e municípios maior prazo para realização de adequações e restrições sanitárias, diante de eventuais mudanças de classificação. Além de facilitar a organização dos órgãos fiscalizatórios.

Com isso, a próxima matriz de risco de SC só será divulgada no dia 6 de fevereiro. As alterações necessárias diante de novas classificações passarão a ser aplicadas a partir das 0h da segunda-feira seguinte, dia 8 de fevereiro.

    Palavras-chave
  • Imbituba
  • Santa Catarina
  • Estado
  • casos
  • covid-19
  • coronavírus
  • pandemia
  • mortes
  • casos
  • infectados
  • boletim
  • novos
  • Nova Brasília
  • Amurel
  • SC
  • UTI
  • hospitais
  • São Camilo
  • HSC
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil