Publicidade


Notícias


Pesquise


Vacina contra Covid-19: Ministério da Saúde orienta população sobre como proceder na hora de se imunizar Saúde

Vacina contra Covid-19: Ministério da Saúde orienta população sobre como proceder na hora de se imunizar

por Redação 13-01-2021 há 2 semanas 798

  • Tweet

Publicidade

O Ministério da Saúde prevê começar a vacinação contra a Covid-19 entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro. As duas vacinas que pediram o uso emergencial – CoronaVac e Oxford - são administradas em duas doses. Como será feito esse controle? Preciso me cadastrar em algum lugar para receber a vacina?

Segundo o plano de imunização do governo, todas as pessoas serão vacinadas, mesmo que não apresentem algum documento. Basta comprovar que pertence ao grupo prioritário correspondente à fase da vacinação.

Entretanto, para fazer o controle, o Ministério da Saúde diz que é importante informar o número do CPF ou apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) – o Cartão do SUS.

"Para o acompanhamento em tempo real da situação vacinal de cada cidadão brasileiro, o Ministério da Saúde disponibilizou o aplicativo Conecte SUS. Por ele, cada dose aplicada será registrada na carteira digital de vacinação do usuário, identificado por meio do CPF ou do Cartão Nacional de Saúde (CNS). Também serão registrados o tipo de vacina, seu lote de fabricação e a data em que foi tomada a dose", diz a pasta, em nota.

O Ministério explicou que o registro do paciente nas bases de dados poderá ser feito no momento do atendimento, utilizando o CPF ou o CNS.

CARTÃO DO SUS

O cartão do SUS armazena os dados individuais sobre os usuários do Sistema Único de Saúde, como datas e locais onde o paciente foi atendido, quais serviços foram prestados, por qual profissional e quais procedimentos foram realizados.

Ele é gratuito e pode ser feito pessoalmente na Secretaria de Saúde do município ou em uma Unidade de Saúde do SUS. Para a emissão do cartão é preciso apresentar o RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento. Em alguns municípios é solicitada a apresentação de comprovante de residência.

Também é possível emitir a segunda via do cartão através do portal ou o aplicativo Conecte SUS. O aplicativo pode ser usado para substituir o cartão impresso.

De acordo com o plano de imunização, um sistema que gera um QR-Code, para facilitar a identificação do cidadão durante o processo de vacinação está sendo desenvolvido. Esse código poderá ser gerado pela própria pessoa no aplicativo Conecte-SUS.

O Ministério da Saúde reforça que “ninguém será impedido de receber atendimento por não portar ou ter um cartão do SUS”.

    Palavras-chave
  • Covid-19
  • coronavírus
  • pandemia
  • Amurel
  • SC
  • Santa
  • Catarina
  • vacinação
  • Ministério
  • Saúde
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil