Publicidade


Notícias


Pesquise


Reestruturado e com dívidas pagas por diretoria provisória, Vila Nova Atlético Clube terá nova eleição no dia 22 de novembro Geral

Reestruturado e com dívidas pagas por diretoria provisória, Vila Nova Atlético Clube terá nova eleição no dia 22 de novembro

por Administrador 12-10-2020 há 6 mêses 759

  • Tweet

Publicidade

Mesmo após a realização de uma eleição democrática que teve como vencedora a chapa "Renovação e Transparência", da atual gestão provisória, o Vila Nova Atlético Clube vai precisar passar, novamente, por um pleito, que elegerá uma diretoria permanente para gestão de dois anos, conforme seu estatuto. 

A nova ida à urna dos associados do tradicional clube de Imbituba será no dia  22 de novembro devido a questões de interpretações documentais e estatutárias que forçaram a devolução da ata da eleição anterior vencida pelo grupo encabeçado pelos atuais presidente e vice provisórios, Mário de Souza Batista Júnior e Luís Mello Pires.   

Desde junho de 2018, a direção provisória vem reestruturando a associação, realizando o atualização do estatuto do clube com assessoria jurídica e apoio do Conselho Deliberativo, bem como a realização das eleições em outubro do ano passado. Mesmo em tempos complicados de pandemia, Mário Júnior e Luís Pires resolvem diariamente os sérios problemas herdados da gestão anterior, como questões administrativas, financeiras e fiscais.

Mesmo com várias restrições burocráticas aos administradores provisórios, eles realizam um trabalho sério e dedicado, dispondo do  tempo, veículos próprios e energias a serviço do clube, isso sem poder contar com a assessoria de uma diretoria formada com cargos e funções. As atividades no clube estão paralisadas, mas, mesmo que quase sem nenhuma arrecadação, já que somente com alguns sócios colocaram as mensalidades em dia, a administração provisória vem mantendo as sedes social e esportiva com manutenção mensal, quitando taxas e tributos fiscais, pagando colaboradores em prestações de serviços com recursos próprios.

“Desejamos que a eleição ocorra logo para que possamos formar uma diretoria que possa nos ajudar a oportunizar  o mais rápido possível nossas áreas social cultural e esportivas aos sócios Infelizmente, não conseguimos averbar as eleições junto ao oficial registrador por questões de interpretações documentais e estatutárias que em nota devolutiva,  ordenou a realização do novo pleito”, afirma Mário Júnior.

Administradores provisórios e candidatos Mário Júnior e Luís Pires

Hoje, o Vila Nova tem à disposição um saldo remanescente de atividades realizadas com muito sucesso antes da pandemia e também pela formação de atleta profissional de futebol Jorginho Frello, que passou pelo projeto esportivo de sua escolinha na qual tinha parceria  com a OSCIP FUTURO CERTO. A secretaria do clube depois de um bom tempo também agora é uma realidade e voltou a funcionar com atendimento presencial no período vespertino das 14 as 18 horas. 

A sede esportiva, seu campo de futebol, também recebeu um reforço para manutenção com a aquisição de um trator de cortar grama. “Várias ações estão sendo mantidas em meio a todas as dificuldades e a principal será eleger novamente  uma diretoria permanente para manter o clube e oportunizar os seus sócios. Esperamos contar com o apoio dos sócios em dia com as suas atribuições para manter o Vila Nova Atlético Clube vivo em suas tradições”, reforça Luís Pires.

Mini-trator cortador de grama adquirido pelo clube

Para Mário Júnior, os gestores projetam crescimento e desenvolvimento para o clube para seus sócios, mas para isso vai precisar dos associados que estão em dia e de que haja uma reflexão, com consciência, dos 17 sócios que foram contra está administração no pleito eleitoral anterior.  Esta administração já provou que tem todas as prerrogativas de administrar a associação e dar seguimento ao seu processo de regularização administrativa.

"Neste novo processo eleitoral, a maior dificuldade que enfrentamos é a oposição de alguns sócios e conselheiros que a todo momento denigrem o que está sendo realizado. O clube por mais de 15 anos acumulou sérios problemas administrativos  que estão sendo corrigidos e resolvidos. Alguns tentam de forma propositada, já feito no processo anterior, prejudicar esta administração e o novo pleito eleitoral do clube por não aceitar que o administrador provisório concorra  a  presidência da associação. Por que antes do processo de administração provisória não fiscalizaram ou ajudaram o clube a manter a ordem. A coisa virou pessoal e também com respingos de intenções políticas", questiona e afirma Mario Júnior.


Hoje reestruturado, clube está de portas abertas para os atuais e futuros sócios

Segundo Luís Pires, o recebimento para o clube do dinheiro da formação de Jorginho Frello  fez com que muitos mostrassem o interesse pela gestão do clube agora. Para ele, poucos valorizaram o que foi feito lá atrás com trabalho,  dedicação e parcerias.

"Hoje eles continuam com suas máximas 'de que eu não fiz, mas também ninguém vai fazer'. O que seria do clube neste tempo de pandemia, sendo que havia apenas uma arrecadação, que era a do Bailão. Graças a Deus e a competência desta gestão de administração provisória e pela decisão da Justiça o clube vai se manter com os valores recebidos pela formação do Jorginho e com alguns sócios que botaram as mensalidades em dia. O clube tem grande perspectiva de crescer e se desenvolver para oportunizar os seus sócios, mas para isso vai precisar dos sócios que estão em dia e da reflexão e a consciência daqueles 17 que foram contra está administração na eleição anterior.  Já provamos que temos todas as prerrogativas para administrar a associação e dar seguimento ao seu processo de regularização administrativa.", enfatiza Luís.
    Palavras-chave
  • Imbituba
  • Vila Nova
  • VNAC
  • atlético
  • clube
  • eleição
  • administração
  • sócios
  • sede
  • oposição
  • Mário Júnior
  • Luís Pires
  • Batista
  • Mello
  • Souza
  • chapa
  • melhorias
  • regularização
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil