Publicidade


Notícias


Pesquise


COVID-19: Amurel tem quatro mortes em 72h, ultrapassa 3,2 mil casos e tem 56 internados; Estado já passa de 43 mil casos e tem 497 óbitos Saúde

COVID-19: Amurel tem quatro mortes em 72h, ultrapassa 3,2 mil casos e tem 56 internados; Estado já passa de 43 mil casos e tem 497 óbitos

por Administrador 13-07-2020 há 1 mês 2098

  • Tweet

Publicidade

A região confirmou em 72h quatro mortes por covid-19. Foram quatro homens: um de Jaguaruna, um de Tubarão, um de Laguna e um de Rio Fortuna. Com isso, sobe para 25 o número de óbitos desde o início da pandemia. 

As mortes provocadas pelo coronavírus foram: seis em Tubarão; três em Braço do Norte; três em Gravatal; duas em São Ludgero; duas em Pescaria Brava; duas em Rio Fortuna; duas em Laguna; uma em Grão-Pará; uma em Jaguaruna; uma em Pedras Grandes; uma em São Martinho e uma em Garopaba.

A região ultrapassou a marca de 3,2 mil casos confirmados de coronavírus. Segundo boletins divulgados pelos municípios, o total é de 3.206 confirmações desde o início da pandemia. São 352 casos a mais desde a última quinta-feira. Deste total, 2.106 pacientes estão curados.


Imbituba confirma mais nove infectados e se aproxima de 500 casos de coronavírus

Tubarão lidera o número de casos, com 816 confirmações até domingo. Braço do Norte aparece na sequência com 523 registros de infecção e Imbituba vêm em seguida com 493 casos, os últimos nove confirmados na noite deste domingo, todos com testes realizados pelo Laboratório Central (Lacen), de Florianópolis. Dos nove casos recentes de Imbituba, sete contraíram a doença por transmissão comunitária, e, os outros dois infectados, por contato com outras pessoas positivadas. 

Ainda na Amurel, Laguna tem 108 casos, Pescaria Brava apresenta 70, Garopaba, que teve sua última atualização na sexta-feira (10) contabiliza 59; e Imaruí tem 13 registros. Paulo Lopes, que pertence à microrregião da Grande Florianópolis, tem 19 casos, todos considerados recuperados. 


Quatro mortes em 72 horas

Na noite de quinta-feira, a secretaria de Saúde de Jaguaruna confirmou a causa da morte de Derlei Dionísio, de 66 anos, por coronavírus. Foi a primeira morte no município pela doença.

Na sexta-feira, Tubarão também confirmou a morte de um outro homem: Luiz Carlos Rodrigues, de 67 anos, aposentado da Eletrosul. Ele tinha outras comorbidades. Seu corpo foi cremado em Capivari de Baixo, sem a presença da família.

No início da noite de sexta-feira, Laguna confirmou a segunda morte de um morador do município, um homem de 81 anos, residente do bairro Mato Alto.

No sábado, Rio Fortuna registrou a morte de Francisco Schepper, conhecido como Chico Xepa, de 64 anos. O homem foi a segunda morte por covid-19 registrada no município. Chico estava internado desde o início da última semana no hospital da cidade, foi transferido para Urussanga e, depois, para o Hospital São José, em Criciúma, onde veio a óbito. Ele tinha comorbidades, como hipertensão, problemas pulmonares e obesidade. O idoso havia completado aniversário um dia antes.


Estado ultrapassa 43 mil casos de coronavírus e tem quase 500 mortes

O governo do Estado informou que há um total de 43.031 pacientes com teste positivo para covid-19 em Santa Catarina, sendo que 34.473 se recuperaram e 8.061 estão em acompanhamento. O coronavírus já causou 497 óbitos no Estado desde o início da pandemia.


Situação nos hospitais da região

Nos hospitais de Tubarão, havia até ontem 56 pessoas internadas pelo coronavírus, entre casos confirmados ou suspeitos. São 22 internações nas UTIs (destas, uma na UTI infantil) e 34 nas enfermarias. Há nove pacientes de Tubarão confirmados na UTI e oito nas enfermarias.

Desde o início da pandemia, apenas em Tubarão já foram notificados  8.528 casos de pessoas com algum sintoma gripal que se assemelha ao coronavírus – nas últimas 24 horas, foram 116 notificações. Há ainda 236 casos em monitoramento na Cidade Azul e 555 pessoas que já se recuperaram da doença.


“Novos” decretos e suas flexibilizações após protestos de empresários

Em nova videoconferência, na tarde deste domingo, os prefeitos dos 18 municípios da Amurel decidiram por prorrogar a validade dos atuais decretos (assinados no dia 26 de junho) – acrescidos de novas medidas e restrições – até a próxima quinta-feira. Com a decisão, um novo decreto que passaria a valer hoje foi invalidado.

Na última sexta-feira, empresários do ramo da gastronomia de Tubarão e região fizeram uma carreata como forma de protesto às novas restrições que passariam a valer a partir de hoje. Entre as medidas estava a redução do horário de atendimento ao público e o fechamento aos finais de semana, podendo haver apenas tele-entrega. Após a manifestação, representantes dos empresários foram recebidos pelo prefeito Joares Ponticelli.

Depois da reunião com o setor de gastronomia, os prefeitos voltaram a se reunir e apresentar alguns pontos ao comitê de saúde, quando também foi decidida a prorrogação do decreto anterior.


Ampliação nas restrições a partir desta segunda-feira (13)

Junto com a prorrogação dos decretos atuais, os municípios ampliaram as restrições em pelo menos dois pontos: um deles é a redução da permissão de atendimento de qualquer estabelecimento para apenas 40% da capacidade; o outro é a intensificação da fiscalização e novas determinações para o acesso de pessoas aos estabelecimentos, como, por exemplo, as filas de bancos e lotéricas, que poderão conter apenas 15 pessoas, e o acesso aos supermercados, por apenas uma pessoa por família. Todas as demais medidas continuam valendo, como pode ser conferido no decreto 5135/2020, de Tubarão.

Outra situação que foi alterada com a reedição do decreto foram jogos de futebol profissional, que agora também estão proibidos, continuando possíveis apenas os treinos, dentro dos protocolos exigidos. Isso fez com que a partida entre o Atlético Tubarão e o Concórdia, pelo Campeonato Catarinense, marcada para amanhã, tivesse a realização cancelada na cidade.

Para o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, “não é fácil tomar qualquer decisão sem o completo embasamento, sem que todos os lados sejam ouvidos, sem que os critérios e regras legais sejam obedecidos. A única recomendação que tem algum consenso é a do afastamento social, por isso vamos tentar, de imediato, diminuir as aglomerações nos locais onde hoje ocorrem”.

Fonte: Diário do Sul

    Palavras-chave
  • Coronavírus
  • região
  • Amurel
  • covid-19
  • Imbituba
  • Garopaba
  • Imaruí
  • Paulo Lopes
  • Laguna
  • Pescaria Brava
  • Capivari
  • Tubarão
  • mortes
  • casos
  • hospitais
  • decreto
  • prefeitos
  • UTI
  • UTIs
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil