Publicidade


Notícias


Pesquise


Selfie: na Semana Santa, nutricionista Cristini Fernandes explica os benefícios dos peixes à nossa saúde e ensina a escolher os melhores Artigos

Selfie: na Semana Santa, nutricionista Cristini Fernandes explica os benefícios dos peixes à nossa saúde e ensina a escolher os melhores

# por Cristini Fernandes 08-04-2020 há 3 mêses 724

  • Tweet

Publicidade

Na Semana Santa, na qual a procura por peixes é maior, cabe aqui a nossa contribuição para melhor escolha e algumas dicas quanto ao seu consumo, isso levando em consideração o valor nutricional. Os peixes e os produtos obtidos por meio da atividade da pesca destacam-se, nutricionalmente, de outros   alimentos   de   origem   animal.   Eles   contêm, comparativamente, grandes quantidades de vitaminas lipossolúveis (vitaminas que são absorvidas pelo corpo com outra fonte de gordura) A e D, minerais como cálcio, fósforo, ferro, cobre, selênio e, no caso dos peixes de água salgada, o iodo em maior quantidade, bem como ácidos graxos poli-insaturados (a gordura boa), o ômega-3.

Possivelmente, o discurso sobre os benefícios dos peixes à saúde, redução das doenças cardiovasculares e outras doenças crônicas não transmissíveis (como diabetes, hiperpressão arterial, dislipidemias - colesterol), alinhado ao seu valor nutricional, deveria ser um o gatilho para o aumento das demandas por este alimento.

É notável, nesse alimento, o relativo baixo teor de sódio, que o torna opção viável em dietas restritivas para este mineral, como no caso de hipertensão arterial, desde que não seja exagerado com temperos industrializados. Em peixes cultivados na aquicultura, os conteúdos de vitaminas e minerais correspondem, em termos gerais, aos teores destes elementos na alimentação (ração e outros) que eles recebem


Peixes do mar, lagoas e rios são melhores que os de cativeiro

Sem dúvidas, os peixes do mar (oceano) e das águas doces (lagos, lagoas e rios) tornam-se opções mais saudáveis, do que os de criações (açudes), uma vez que é quase impossível saber que tipo de alimentação e tratamento hormonal para a procriação, que é dada aos peixes de cativeiros, açudes e jaulas aquacultura. Em algumas rações são usadas substâncias como por exemplo, tributiestanho que funcionam como um disruptor endócrino. Quando falamos em disruptores endócrinos, nos referimos a substancias que enganam os receptores dos nossos hormônios (como se o receptor fosse a fechadura, e o hormônio a chave), tomando o lugar do hormônio e deixando esse inativo. Dentre os principais peixes de cativeiro estão carpas, tilápias, panga e salmão. Hoje em dia, cerca de 99% do salmão do Atlântico disponível no mercado mundial é produzido em cativeiro.

Do mar, escolha peixes menores

Há quem diga que os nossos mares estão muito poluídos, e, infelizmente, estão mesmo. Plásticos, vidros, resíduos de esgoto, de industrias com muitos metais tóxicos, por exemplo o mercúrio, prejudiciais à saúde, estão presentes nos peixes, principalmente nos maiores, sendo como primeira indicação, a escolha dos menores, como sardinhas, que tem melhor fonte de ômega-3, do que o próprio salmão em evidência pela forte influência das comidas japonesas. No entanto, a escolha pelo natural ainda é mais saudável, partindo do ponto que você não saiba a procedência do peixe criadouro. Atualmente temos poucos, mas temos alguns piscicultores artificiais, que se preocupam com a sociedade e principalmente com o que chega as mesas dos consumidores finais, tendo a preocupação da alimentação desses peixes como premissa.

Sardinhas são excelentes opções para a saúde, pois são ricas em ômega-3


como escolher o peixe? 


O peixe realmente fresco não tem praticamente cheiro nenhum.  Se inteiro a carne deverá ser bem aderida à espinha e escamas brilhantes bem aderidas à pele.  Se em partes, observar se a carne está ligeiramente úmida, mas sem muco (baba).  O ventre precisa ser roliço, firme, não deixando impressão duradoura à pressão dos dedos (não pode afundar e demorar para voltar). Levar em conta também se estão mantidos em refrigeração ou sobre uma camada de gelo, se a cor branca ou rosada estão com reflexos perolados, e ainda se os olhos estão brilhantes, transparentes e guelras avermelhadas.

Ao chegar em casa, o peixe não pode ser mantido em temperatura ambiente. Caso não seja preparado na hora, deve ser guardado no congelador já limpo. O descongelamento deverá ser feito sobre refrigeração, ou seja, dentro da própria geladeira.

Boas opções de peixe: 

Merluza filé, pescada branca, pescada filé, sardinha ( ômega 3, ferro e zinco), tainha, tainhota, papa terra, parati.

 
Papa
Dos peixes do mar, Papa terra se destaca pela leveza no sabor
Classificação e exemplos de peixes

Local da pesca:

Fluvial (peixes de rios e lagoas):  Bagre, dourado, lambari, pintado, pirarocu, surubim, tambaqui, traíra, tucunaré.

Marítimo (do mar): Anchova, atum, bacalhau, badejo, bonito, cavala, congrio, dourado, garoupa, linguado, merluza, escada, namorado, robalo, sardinha, pargo, meca, salmão.

 

Teor de gordura

Magro (até 6%) - Pescadinha, robalo, linguado, bonito, namorado

Gordo (+ de 6%) - Salmão, cavala, sardinha, atum, tainha, merluza.  

 

Utilização

Popular - Sardinha, Corvina, bagre, pescadinha.

Sofisticado -Namorado, badejo, robalo, truta, salmão, bacalhau.

 

 A Nutrição, enquanto campo de conhecimento, produz uma série de informações sobre o efeito de dietas e padrões alimentares na saúde humana, especialmente em relação à prevenção das doenças do coração e outras comorbidades, por meio da ingestão de alimentos e fontes de ácidos graxos poli-insaturados, mono-insaturados como os que estão os peixes. Use a informação ao seu favor e desfrute dessa preciosidade dos mares e lagoas imbitubenses e região.

 

Referências

GOYANNA, Felipe Augusto de Alencar. Distribuição de mercúrio em atuns (thunnus obesus e thunnus albacares) capturados no oceano atlântico oeste equatorial. 2016.

O'Keefe Jr JH, Harris WS. From Inuit to Impleme ntation: Omega-3   Fatty   Acids   Come   of   Age.   Mayo   Clinic Proceedings. 2000;75:607-14.

Sartori   AGO,   Amancio   RD.   Pescado:   importância nutricional  e  consumo  no  Brasil.  Segurança  Alimentar  e Nutricional. 2012;19:83-93

SOLIS-MURGAS, L. D. et al. Importância da avaliação dos parâmetros reprodutivos em peixes nativos. Revista Brasileira de Reprodução Animal, v. 35, n. 2, p. 186-191, 2011.

VALENTE, Luísa MP. Nutrição e alimentação de Peixes. 2018.

    Palavras-chave
  • Selfie
  • coluna
  • Cristini Fernandes
  • nutricionista
  • nutrição
  • peixes
  • semana
  • santa
  • escolha
  • dicas
  • vitamina
  • gorduras
  • tipo
  • como
  • escolher
  • tainha
  • anchova
  • papa terra
  • sardinha
  • Tweet
Atenção

As opiniões de nossos colunistas não expressam necessariamente a opinião do Portal AHora e são de responsabilidade dos mesmos. O espaço é aberto para a expressão pessoal, independentemente de credo, linha de atuação ou posição política, de acordo com a forma que cada um de nossos colunistas vê e sente o mundo.


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil