Publicidade


Notícias


Pesquise


Na carne: Presidente da Amurel, Rosenvaldo quer redução de salários de políticos na pandemia e prepara decreto para prefeitos da região Economia

Na carne: Presidente da Amurel, Rosenvaldo quer redução de salários de políticos na pandemia e prepara decreto para prefeitos da região

por Administrador 06-04-2020 há 1 mês 3389

  • Tweet

Publicidade

Presidente da Amurel (Associação dos Municípios da Região de Laguna), o prefeito de Imbituba, Rosenvaldo Júnior, afirmou que é favorável à redução de salários de agentes políticos nos municípios e funcionários comissionados para priorizar investimentos no combate à pandemia do coronavírus. Tema foi debatido na assembleia da manhã desta segunda-feira (06) e segundo o mandatário da Associação, a maioria dos gestores são favoráveis à medida.

Contudo, o gestor informou que, por haver impedimentos jurídicos que podem, futuramente, acarretar em processos trabalhistas e com isso mais gastos aos municípios, a entidade trabalha para criar um decreto modelo para que se possa realizar a redução de forma legal. 

"Discutimos o tema hoje e minha posição é favorável à medida. E já estamos vendo outros cortes em Imbituba, além de fazermos nossa parte também no que for necessário, cortando na carne. Só estamos vendo a melhor maneira jurídica. Já trabalhamos no decreto para que fique pronto hoje ou amanhã (terça)", revela Rosenvaldo.

A manifestação ocorreu depois que o prefeito de Braço do Norte, Beto Kuerten Marcelino, divulgou na manhã desta segunda-feira (6) um vídeo dizendo que enviou um Projeto de Lei à Câmara de Vereadores solicitando a redução dos salários dos agentes políticos do município. 

Projeto braço-nortense prevê o corte de 20% dos cargos de prefeito, vice, secretário municipal e chefes de gabinete. Secretaria de Saúde e outros comissionados não entra na lista de Marcelino. De acordo com Beto, a redução se estenderá entre os meses de maio e junho e o dinheiro será enviado diretamente a um fundo municipal.

“O departamento jurídico da Amurel trabalha para criar o decreto modelo para que os municípios possam reduzir os salários de agentes políticos e comissionados de forma legal, e quem sabe todos se comprometerem com doações de parte dos seus salários. Nele, prefeito, vice e secretários, voluntariamente, poderão abrir mão de parte do seu vencimento, tanto combater a epidemia, quanto para recuperar a economia nos próximos dias. Vamos ver o que é possível”, informa Rosenvaldo.
    Palavras-chave
  • Imbituba
  • Amurel
  • Braço do Norte
  • prefeito
  • legalidade
  • redução
  • salários
  • salário
  • vice
  • secretários
  • chefes
  • gabinete
  • diminuição
  • comissionados
  • decreto
  • modelo
  • municípios
  • Tweet

As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
Inbox no Facebook

portalahora@gmail.com

Localização

Imbituba - SC Brasil