Publicidade


Notícias


Pesquise


Vigilância descarta surto de meningite em Imbituba e escolas passam por higienização completa nesta quarta-feira Saúde

Vigilância descarta surto de meningite em Imbituba e escolas passam por higienização completa nesta quarta-feira

por Administrador 19-06-2019 há 1 mês 1072

  • Tweet

Publicidade

Um segundo caso de meningite foi confirmado no final da tarde desta terça-feira (18), em Imbituba. A notícia foi comunicada pelo prefeito Rosenvaldo Júnior através de vídeo. Contudo, o prefeito tranquilizou a população de que não há surto nem possibilidade de epidemia.

Uma segunda criança, também moradora do bairro Mirim e estudante da Escola Marcílio Dias Santiago está internada no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. Apesar da Vigilância ter confirmado ser meningite, a bactéria, o agente causador não é o mesmo que infectou e levou à morte a estudante Thaiane Gonçalves de Souza, de 12 anos, no domingo.  A notícia confirma que não houve contágio. A doença não foi passada de uma aluna para outra.

Nenhum outro caso de suspeita da doença foi registrado, apesar de pessoas terem procurado o Hospital São Camilo e Postos de Saúde na busca por atendimento.  

Na terça-feira ainda, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC) chegou a liberar a retomada das aulas, mas a secretaria municipal de Saúde da prefeitura preferiu manter a suspensão para que fosse realizado um dia de higienização completa nas escolas. A decisão aconteceu após reunião com professores e diretores de escola.

A Prefeitura de Imbituba decidiu manter também suspensos os Jogos Estudantis de Imbituba (JEIMB) que estavam sendo realizados na cidade. A medida foi tomada para evitar a aglomeração de pessoas em locais fechados. Na segunda-feira o assunto voltará a ser tratado com a organização dos jogos.

POSTOS DE SAÚDE ABERTOS NA SEXTA-FEIRA

Outra ação divulgada pelo prefeito Rosenvaldo Júnior diz respeito ao feriado municipal desta sexta-feira (21). Rosenvaldo informou que os Postos de Saúde estarão abertos durante todo o dia, para que a população possa ser atendida em caso de emergência. Contudo, ele tranquiliza informando que a medida é apenas para que a população fique assistida e seja plenamente atendida em qualquer caso de emergência.

A meningite bacteriana é uma doença grave e, dependendo do quadro, pode levar o paciente à morte em algumas horas após o aparecimento dos sintomas. No caso de Thaiane , a estudante deu entrada no Hospital São Camilo, em Imbituba, no começo da tarde de sexta-feira, com os sintomas da doença, foi transferida durante a noite para o hospital de Florianópolis e acabou morrendo dois dias depois.

Diferentes bactérias podem provocar a doença, porém o tipo mais grave é causado pela bactéria chamada Neisseria meningitidis (meningococo) - justamente a que foi diagnosticada na estudante de Imbituba.

TRANSMISSÃO

A meningite meningocócica é transmitida por meio das vias respiratórias, no contato com secreções, gotículas do nariz e da garganta expelidas pela fala, tosse e espirro. A propagação é facilitada em ambientes fechados e sem ventilação. Pessoas residentes na mesma casa, que compartilham dormitórios ou alojamentos estão suscetíveis ao contágio, que também pode ocorrer em creches, escolas, acampamentos ou locais em que há aglomeração de pessoas.

 

"É importante ressaltar que a meningite bacteriana não é transmitida pelo ar, precisa haver um contato próximo", ressalta o médico infectologista da Dive, Fábio Gaudenzi.

SINTOMAS

Os principais sinais e sintomas são: febre alta que começa abruptamente, dor de cabeça intensa e contínua, vômito, náuseas, rigidez de nuca e manchas vermelhas ou arroxeadas na pele ou mesmo hematomas.

Em crianças menores de um ano de idade, esses sintomas podem não ser tão evidentes e os pais ou responsáveis devem atentar para a presença de moleira tensa ou elevada, irritabilidade, inquietação com choro agudo e persistente e rigidez corporal com ou sem convulsões.

Ao apresentar qualquer um desses sinais ou sintomas, a orientação é procurar imediatamente uma unidade de saúde. Quanto mais cedo a doença for diagnosticada e tratada, maior a chance de cura, evitando complicações.


    Palavras-chave
  • Meningite
  • aluna
  • JEIMB
  • suspensão
  • aulas
  • escolas
  • estaduais Imbituba
  • bacteriana
  • SEDUCE
  • Saúde
  • orientações
  • secretária
  • Graciela
  • Rosenvaldo
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 9 9115.3099
48 9 9998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil