Publicidade


Notícias


Pesquise


Viciada em crack, faxineira que matou idoso de 72 anos com  travesseiro é condenada a 20 anos de prisão Segurança

Viciada em crack, faxineira que matou idoso de 72 anos com travesseiro é condenada a 20 anos de prisão

por Administrador 14-09-2018 há 1 mês 763

  • Tweet

Publicidade

Luciana Cássia da Silva Esteves, de 29 anos, responsável pela morte do idoso João Pires de Souza, de 72 anos, foi condenada pela Justiça da Comarca de Laguna, no início desta semana, à pena de 20 anos de reclusão por “latrocínio consumado”. Ela deve cumprir a sentença em regime inicialmente fechado.

O crime aconteceu no dia 7 de abril de 2018, por volta das 20h, quando João Pires foi assassinado em sua casa na Travessa Maestro Bonifácio Gil, no bairro Magalhães, em Laguna. 

Luciana, que após o crime acabou tentando fugir para o Estado do Rio de Janeiro, acabou sendo investigada e presa pela Divisão de Investigação Criminal de Laguna no trecho de acesso ao município de Barra Velha três dias após cometer o homicídio.

Após detida, Luciana confessou o assassinato do idoso conhecido como “Dão” e do roubo de uma televisão e R$ 115 em dinheiro.

O corpo foi encontrado no domingo (8) pela filha dele.

SUSPEITA CONHECIA VÍTIMA

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Bruno Fernandes, a mulher conhecia João Pires há mais de dois anos, porque fazia algumas faxinas na casa. "Ela acabou caindo no crack e a vítima acolhia algumas pessoas que eram usuárias de crack", disse o delegado à época.

O idoso morreu sufocado com um travesseiro, detalhou a mulher em depoimento à Polícia Civil.

"Ela disse que foi para a casa da vítima tentar receber um pagamento de faxina que havia sido feita. Segundo ela, ele teria se 'engraçado' para cima dela. Ela confirmou que matou o idoso asfixiado, pegou R$ 115 do bolso da calça dele e a televisão. Disse que seria para comprar uma passagem para o Rio de Janeiro", relatou o delegado.

PRISÃO

Porém, a polícia teve informações de que a televisão foi vendida num local de venda de drogas. Também conseguiu descobrir que a mulher fugiu para a casa de uma irmã que mora em Palhoça, e depois embarcou em um ônibus com destino ao Rio de Janeiro.

Identificando o veículo na qual a mulher viajava, a Polícia Civil pediu auxílio à Polícia Rodoviária Federal, que parou o ônibus em Barra Velha.

Após prestar depoimento, ela foi levada para o Presídio Feminino de Tubarão, onde ficou presa até o final do Inquérito e a posterior condenação pelo juízo da Comarca de Laguna ocorrido esta semana.

    Palavras-chave
  • Laguna
  • assassinato
  • idoso
  • faxineira
  • Magalhães
  • Polícia
  • Civil
  • DIC
  • investigação
  • 20
  • anos
  • reclusão
  • condenação
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil