Publicidade


Notícias


Pesquise


Imbituba: Delegado afirma que depoimento do suspeito de ter assassinado a esposa em Imbituba será essencial para esclarecer os fatos Segurança

Imbituba: Delegado afirma que depoimento do suspeito de ter assassinado a esposa em Imbituba será essencial para esclarecer os fatos

por Redação 24-08-2018 há 2 mêses 2172

  • Tweet

Publicidade

Luiz Gonzaga Martins continua internado na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital São José, em Criciúma, onde passou por cirurgia nesta segunda-feira (20).

Ele protagonizou um dos casos mais chocantes registrados em Imbituba e a segunda ocorrência de homicídio no município este ano. Conhecido como Zaga, o aposentado de 64 anos é acusado de ter matado a própria esposa, Elza Silveira Martins (61), a golpes de faca e depois ter atentado contra a própria vida, golpeando-se no pescoço com a mesma arma.  O casal tinha histórico de depressão desde a perda do filho, assassinado em Palhoça há alguns anos.

A tragédia familiar aconteceu por volta das 5h da madrugada do último domingo (19), na residência do casal, em Vila Nova, nas proximidades da via férrea a e do Supermercado Santos.

Elza Martins tinha 61 anos e o casal não tinha histórico de violência


O Corpo de Bombeiros foi chamado para prestar socorro e encontrou o casal sobre a cama com ferimentos provocados pela arma. Dona Elza já estava sem os sinais vitais. Já o suspeito de cometer o crime apresentava um profundo ferimento na região do pescoço, o que fez com que fosse encaminhado ao Hospital São Camilo em estado grave e depois transferido para o Hospital São José de Criciúma. 

Segundo informações do delegado responsável pelas investigações, Juliano Baesso, no dia seguinte ao crime, o homem, mesmo com um corte profundo na garganta, chegou a chamar um vizinho, que presenciou a cena no quarto do casal. Em seguida, foram acionados a Polícia e Corpo de Bombeiros.  Outra constatação das investigações iniciais é que a vítima tinha algumas lesões nos antebraços e costas das mãos, fatos compatíveis com lesões defensivas, o que reforça a linha de investigação de que se trata de um homicídio seguido de tentativa de suicídio. A prisão preventiva do suspeito foi requisitada pela Polícia Civil no dia seguinte ao crime.

DELEGADO CONSIDERA ESSENCIAL O DEPOIMENTO DO PRINCIPAL SUSPEITO

Segundo informações médicas, apesar da gravidade do ferimento auto infringido pelo suspeito do crime e de ele ainda permanecer na UTI do Hospital São José, o estado de Luiz Gonzaga Martins é estável e há grande possibilidade de que ele se recupere da lesão na garganta.

O delegado Juliano Baesso informou à reportagem do Portal AHora, na tarde desta quinta-feira (23), que a prisão preventiva do acusado ainda não foi autorizada pela Justiça e de que não há previsão de quando ele poderá depor.

“O caso ainda está sob investigação e o interrogatório do suspeito é essencial para que o inquérito seja concluído; não há previsão de quando ele terá condições de dar seu depoimento”, declarou o delegado responsável. 

Caso seja formalmente acusado, após a conclusão do inquérito, o suspeito deverá responder por feminicídio, que em linhas gerais “é o assassinato de mulheres em contextos marcados pela desigualdade de gênero”.

O delegado Baesso informou ainda que as duas testemunhas, a filha do casal e o vizinho que testemunhou a tragédia já foram ouvidos: o vizinho, pelo delegado de plantão Bruno Fernandes, no dia da ocorrência e a filha do casal, durante esta semana. 

    Palavras-chave
  • Imbituba
  • homicídio
  • suicídio
  • tentativa
  • feminicídio
  • casal
  • Vila Nova
  • trilho
  • Zaga
  • Dilma
  • facadas
  • faca
  • esfaqueou
  • esfaqueada
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil