Publicidade


Notícias


Pesquise


Conheça detalhes nunca publicados da vida privada do polêmico blogueiro Sérgio Pena Geral

Conheça detalhes nunca publicados da vida privada do polêmico blogueiro Sérgio Pena

por Redação 07-08-2016 há 2 anos 305

  • Tweet

Publicidade

Quais razões levariam um policial civil formado em Direito e em Ciências Contábeis a fundar, escrever e atualizar um blog, há mais de oito anos ininterruptos com um jornalismo independente, opinativo e embasado que o tornou referência em informações de política e serviços na região da Amurel?

Pois a paixão pela leitura, o amor pelo debate democrático e a vontade de fazer jornalismo com liberdade são os motivos que fazem o imbitubense Sérgio Florêncio Custódio, 49 anos, a dividir seu apertado tempo entre a família, o trabalho como escrivão da Delegacia com a missão de apurar fatos e escrever notícias em seu blog, o Pena Digital (www.blogpenadigital.com). De família humilde, o hoje servidor público, blogueiro e radialista se emociona ao lembrar com admiração o esforço dos pais para educá-lo e fazê-lo amar a leitura.

“Meu pai foi pedreiro a vida inteira e minha mãe ajudava trabalhando como costureira. Sempre gostei muito de leitura e sou do tempo que se vendia enciclopédias em domicílio. Meus pais compravam um ou outro livro, pensando sempre na minha educação porque a vida não era nada fácil. O que eles pagavam fazia falta, mas sabiam o quanto o conhecimento era importante para o meu futuro. Lia os livros, como também as revistas velhas que minha mãe conseguia para subsidiar seu trabalho de costureira. Gostava de ler as matérias, qualquer tema. Talvez tenha nascido aí o meu gosto por escrever”, explica.



Logomarca do Blog Pena Digital

Vida discreta e o pseudônimo “Sérgio Pena”

Por trás do pseudônimo Sérgio Pena, está o pai de dois filhos, esposo da advogada Erica Pittigliani, e uma das personalidades mais conhecidas, polêmicas e até mesmo odiadas da internet, isso devido a sua atuação destemida no jornalismo, seus contrapontos a conteúdos sensacionalistas e mentirosos a jornais, sites e rádios, além de suas opiniões fortes em debates ideológicos.

“Foi a partir do blog que recebi o apelido de Pena, e então criei no Facebook o perfil Sérgio Pena. Mas eu comecei a fazer meus primeiros textos públicos quando fui presidente da Associação Universitária de Imbituba, lá no início dos anos 90. Eu criava os informativos e os distribuía entre os acadêmicos que estudavam em Tubarão. Neles, eu aproveitava para difundir algumas ideias”, lembra o blogueiro.

Discreto na “vida real”, Sérgio é implacável em suas corajosas reportagens que, quase sempre, trazem temas polêmicos, que mexem com os “figurões” de Imbituba, quase sempre blindados pela maioria dos veículos de comunicação da cidade. Com mais de 1.100 postagens e superando a incrível marca de 1,3 milhão de visualizações de página, o Blog Pena Digital, que fez grande sucesso entre 2010 e 2012, hoje, mesmo com pouco tempo que Sérgio dispõe para escrever e apurar informações, ainda é referência no segmento.

“Em razão de algumas postagens sobre trânsito, recebo mensagens quase todo dia, no blog ou por e-mail, a maioria com perguntas sobre este tema, mas não tive mais tempo para respondê-las. Elas vêm de todas as partes do País. Uma das minhas postagens possui mais de 170 mil visualizações”, conta Sérgio.


Nos relatórios de alcance do Blog, a postagem que atingiu mais de 170 mil visualizações

Jornalista encontra a liberdade de Expressão em rádio comunitária

Em abril de 2015, Sérgio entrou para o rádio ao idealizar o programa Eles e Ela, na Rádio NBCFM. Com o apoio da atual equipe formada pelos colegas Alexandre Machado, Alisson Berkenbrock, Gislaine Américo e Guilherme Kist, o democrático programa que hoje goza de grande audiência traz debates e entrevistas, cujo foco principal é política e liberalismo econômico.



Sérgio Pena na rádio NBCFM

“Encontramos na NBCFM a liberdade que todas as rádios deveriam ter. E faço um especial agradecimento ao seu diretor, João Mário Adriano, por nos proporcionar este espaço radiofônico”, reconhece Pena.

O difícil início da vida profissional e as dificuldades em jornal de Imbituba

Nascido e criado no Paes Leme, Sérgio estudou nas escolas do bairro, Joaquim Ramos e depois no Colégio Annes Gualberto. Começou a trabalhar com 14 anos, na lanchonete de um posto de combustível. Outros empregos de pequenos salários se sucederam e até a atividade de vendedor de picolé o blogueiro exerceu.

“Não deixei de estudar. A assinatura na carteira veio em 1985, no Althoff. Um ano depois fui contratado pelo Bradesco, onde também só fiquei um ano, pois fui aprovado em concurso público e passei a trabalhar na ICC. Com o fechamento da empresa, fui demitido em 1997, ano que nasceu meu primeiro filho. No ano anterior, havia iniciado a faculdade de Direito”, conta.

Desempregado por um ano, Sérgio preenchia o tempo cuidando do filho, com atividades domésticas e estudando para concursos públicos, enquanto a esposa trabalhava e era, segundo ele, perseguida politicamente na prefeitura de Imbituba.

“Essa época marcou severamente nossa vida! A filiação partidária que tínhamos e o fato de eu participar de um pequeno jornal que sobreviveu apenas um ano, em Nova Brasília, teriam sido o motivo dessa perseguição. E posso afirmar que houve perseguição, pois o Judiciário reconheceu o fato e determinou que o Município a indenizasse”, enfatiza.

Ingresso na Polícia Civil

No final de 1998, o blogueiro ingressou na Polícia Civil, como Escrivão, onde está até hoje, mas, admite estar, há alguns anos, totalmente infeliz com a profissão. “Esforço-me muito, pois é meu dever, para exercer o cargo da melhor forma possível. Mas, diante da falta de efetivo e das agruras que o sistema me impõe, não há mais prazer algum”, relata.

A partir de 2014, a vida profissional de Pena passou a exigir quase todo o seu tempo, energias, e somado a outros motivos, já não tinha mais empolgação para continuar escrevendo, embora no Facebook ele continuasse bastante ativo.

“É muito mais simples escrever um comentário, de que uma matéria. Manter um blog atualizado toma um tempo enorme de qualquer blogueiro que queira realizar um bom trabalho. Em 2016, foram apenas sete postagens, mas penso em retornar a qualquer momento”, revela o jornalista.



Programa de rádio Eles e Ela foi idealizado por Sérgio Pena

Interesse pela política

Seus pais não eram envolvidos com política, mas comentavam e reclamavam dos governos, dos políticos, o que Sérgio acredita ter influenciado sua predileção pelo tema. “Acredito que isso tenha feito com que eu, ainda na pré-adolescência, gostasse de ler sobre História, tanto nacional quanto local. Nos primeiros anos de juventude, o interesse pela política, por fatos políticos, já era muito grande”, conta.

Censura e manipulação fizeram Pena deixar popular jornal de Imbituba

Em 2008, sob o codinome de Pena Digital, o imbitubense passou a escrever para um jornal, hoje sediado em Paes Leme, onde, de acordo com ele, teve diversos problemas de censura e de tentativas de alterar o conteúdo de suas colunas para favorecer políticos.

“A falta de liberdade forçou-me a deixar esse periódico. Quando começou a pressão para que eu escrevesse apenas o que alguns políticos queriam, eu decidi criar o blog Pena Digital. Houve conteúdos publicados que foram alterados sem minha autorização. Quando uma coluna minha foi censurada, deixei o jornal e permaneci apenas com o blog”, lembra.

“Não ganhava um centavo para escrever nesse jornal e não iria ser boca-alugada de ninguém. Escrevia por prazer, por vontade de querer fazer jornalismo com liberdade. Talvez, pela minha impetuosidade e por querer liberdade para escrever, nunca mais fui convidado para escrever em qualquer jornal”, sugere.

“Deve haver compromisso com a verdade, e a opinião tem de ser fundamentada”

Questionado se já foi ameaçado ou processado, Sérgio relata um caso, mas o minimiza e ressalta a confiança e a credibilidade conquistadas nos quase 10 anos de jornalismo.

“Uma vez, no início do blog, recebi pressão e ameaça de ser processado civilmente. A reclamação foi indireta. Não dei importância, pois o que publiquei era verdade. Sei que meu blog representou algo bom na mídia local. Fez o contraponto de muitas notícias sensacionalistas ou de meias verdades, ou até mesmo de inverdades. Consegui transmitir aos meus leitores a confiança que não conseguiam ter em outros veículos de comunicação de Imbituba”, avalia.

“O Pena Digital foi exemplo de coragem em muitos momentos. Sempre teve o compromisso de manter a credibilidade. Muitas e muitas vezes, em elogios, diziam que o blog Pena Digital era imparcial, e eu sempre respondia que não há imparcialidade em qualquer meio de comunicação. Mas o que deve haver, porém, é o compromisso com a verdade, e a opinião tem de ser fundamentada”, finaliza.



Números expressivos alcançados pelo Blog Pena Digital
    Palavras-chave
  • sérgio pena
  • blogueiro
  • blog
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil