Publicidade


Notícias


Pesquise


Com depoimento de testemunha,  acusado de matar esposa e tentar suicídio em Imbituba tem prisão preventiva pedida Segurança

Com depoimento de testemunha, acusado de matar esposa e tentar suicídio em Imbituba tem prisão preventiva pedida

por Administrador 20-08-2018 há 2 mêses 8998

  • Tweet

Publicidade

Um caso chocante ocorrido durante o final de semana em Imbituba começa a ser investigado e esclarecido pela Polícia Civil. O aposentado Luiz Gonzaga Martins, conhecido como Zaga, de 64 anos, é acusado de assassinar a própria esposa, Elza Silveira Martins (61 anos), a golpes de faca e depois tentar tirar a própria vida golpeando-se no pescoço com a mesma arma.  

Possível crime aconteceu por volta das 5h da madrugada deste domingo (19), na residência do casal, no bairro Vila Nova, nas proximidades da via férrea a e do Supermercado Santos. 

O Corpo de Bombeiros foi chamado para prestar socorro e encontrou o casal sobre a cama com ferimentos provocados pela arma branca (faca). A mulher já estava sem os sinais vitais. Já o homem apresentava um profundo ferimento na região do pescoço, o que fez com que fosse encaminhado ao Hospital São Camilo em estado grave.  

Técnicos do Instituto Geral de Perícias (IGP), que periciaram o local, encontraram a faca de aproximadamente 25 centímetros com a lâmina suja de sangue.  

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Juliano Baesso, o homem, mesmo com um corte profundo na garganta, chegou a chamar um vizinho, que presenciou a cena no quarto do casal. Em seguida, foi acionada a Polícia e Corpo de Bombeiros.  

O delegado de plantão, Bruno Fernandes, foi o primeiro a ter contato com o caso e foi também quem ouviu ainda no domingo o depoimento do vizinho, que relatou as circunstâncias dos acontecimentos e que, de acordo com o seu testemunho, seria mesmo Zaga o autor do crime e de ter em seguida atentado contra a própria vida.  

Outra constatação das investigações iniciais é que a vítima tinha algumas lesões nos antebraços e costas das mãos, fatos compatíveis com lesões defensivas. 

Suspeito passa por cirurgia em Criciúma e delegado pede prisão preventiva do acusado

Luiz Gonzaga Martins, que trabalhou muitos anos na empresa Santo Anjo, foi encaminhado primeiramente ao Hospital São Camilo e, depois, transferido para o Hospital São José, de Criciúma, onde deve passar por uma cirurgia ainda na tarde desta segunda-feira.  

O delegado Juliano Baesso informou à reportagem do Portal AHora que pediu a prisão preventiva do acusado e de que o mesmo deverá responder pelo crime de feminicídio. 

“Segundo relatos médicos o estado de saúde do autor do crime é estável e ainda nesta segunda-feira será pedida a prisão do autor do crime. O próximo passo das investigações é ouvir o depoimento de familiares, um deles, a filha do casal”, informa Baesso.  Casal tinha histórico de depressão desde a perda do filho, assassinado em Palhoça.

Segundo a polícia, o casal não tinha registros de violência doméstica. Além disso, vizinhos relataram também não ter conhecimento de brigas entre os dois. 

"Eles eram casados há muitos anos, mas nos últimos tempos o relacionamento foi marcado por idas e vindas. O que apuramos até o momento é que a relação foi bastante abalada depois que o casal perdeu um filho, a cerca de nove anos. Ambos apresentavam quadro de depressão e tomavam medicamentos”, disse o delegado plantonista, Bruno Fernandes, ainda no domingo, após a oitiva da primeira testemunha.

    Palavras-chave
  • Imbituba
  • homicídio
  • suicídio
  • Zaga
  • Elza
  • tentativa
  • feminicídio
  • casal
  • Vila Nova
  • facadas
  • faca
  • esfaqueou
  • esfaqueada
  • assassinato
  • vizinho
  • filha
  • testemunhas
  • prisão
  • preso
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil