Publicidade


Notícias


Pesquise


Filho de ex-vereador de Garopaba acusado de matar colega com um tiro em setembro do ano passado é condenado a 15 anos em regime fechado Segurança

Filho de ex-vereador de Garopaba acusado de matar colega com um tiro em setembro do ano passado é condenado a 15 anos em regime fechado

por Redação 17-08-2018 há 1 mês 4117

  • Tweet

Publicidade

O acusado de assassinar com um tiro o trabalhador da construção civil Alisson Amorin, no dia 1º de setembro de 2017 em uma obra onde trabalhava no Bairro Morrinhos, em Garopaba, foi condenado a 15 anos de reclusão por homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo.

O Tribunal do Júri foi realizado esta semana em Florianópolis e condenou Jefferson Francklin Medeiros Clementino, filho do ex-vereador de Garopaba Jucélio de Souza Clementino, à pena em regime fechado, sem direito a recorrer da decisão em liberdade.

De acordo com a denúncia, o réu teria adquirido ou recebido a arma de um desconhecido. De posse de uma garrucha de cano curto, que passou a portar ilegalmente, ele acertou o colega Alisson com um tiro após discussão. Para os jurados, o crime foi cometido por motivo fútil, já que se deu unicamente em razão de desavenças, sem razões aparentes, que ocorriam há três anos entre o réu e a vítima, especialmente uma mera briga de escola que travaram entre si.

A sessão do Tribunal do Júri foi presidida pelo juiz Marcelo Volpato de Souza. Ao decidir sobre a aplicação da pena, o magistrado reconheceu que houve concurso material de crimes - homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito - cujas penas somadas atingiram 15 anos de reclusão (12 anos para o homicídio e três anos referentes ao porte de arma).

Alisson Amorin

O CRIME

Por volta das 17h30 do dia 1º de setembro de 2017, Jefferson se aproximou de Alisson no local onde ambos trabalhavam e começou a falar em tom alto com a vítima, que teria respondido e iniciado uma discussão. Antes que a discussão se transformasse em briga corporal, Jefferson mostrou uma arma na cintura como ameaça, o que foi suficiente para impedir que a vítima partisse pra cima do colega. Um outro operário então segurou Alisson, no intuito de evitar a briga e, calmamente, Jefferson teria carregado uma bala na arma e disparado.

O rapaz foi levado para a Policlínica Central onde já teria chegado morto. Segundo as testemunhas, o tiro acertou o pescoço da vítima. Jefferson fugiu. Alisson morava na localidade de Areias de Macacu.

Dez dias depois do assassinato, Jefferson Clementino entregou-se à polícia. Ele compareceu acompanhado do seu advogado na Delegacia de Imbituba e em seguida foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada onde ficou à disposição do Judiciário.

 

    Palavras-chave
  • Garopaba
  • homicídio
  • julgamento
  • tribunal
  • filho
  • ex-vereador
  • condenação
  • Jefferson
  • Alisson
  • tiro
  • obra
  • trabalhador
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil