Publicidade


Notícias


Pesquise


Terceirizada responsável pela vigilância do Porto de Imbituba troca vale-alimentação por marmitas e funcionários se revoltam Geral

Terceirizada responsável pela vigilância do Porto de Imbituba troca vale-alimentação por marmitas e funcionários se revoltam

por Administrador 13-07-2018 há 1 semana 3236

  • Tweet

Publicidade

Trabalhadores da empresa Triângulo - Segurança Privada, responsáveis pela vigilância da área portuária do Porto de Imbituba foram pegos de surpresa ao usarem o cartão do Vale-Alimentação do mês pago pela empregador e verificarem que o saldo estava menor do que o acertado em convenção coletiva da categoria. 

Mais do que isso. Eles foram informados que a partir do próximo dia 16 de julho, todos os trabalhadores passam a receber uma marmita por dia trabalhado em substituição ao benefício e que o saldo constante ainda no cartão magnético do Vale-Alimentação são referentes a primeira quinzena do mês.  

"O que mais deixou o pessoal indignado é que não nos avisaram nada, simplesmente o pessoal olhou o saldo do vale-alimentação esse mês e pra uns veio 150 reais outros 170 e foi onde a gente ligou para a empresa e nos informaram que era pra irmos no escritório assinar uma folha lá pra ficar ciente que o vale iria ser cortado e trocado por marmita já na segunda-feira”, conta um dos trabalhadores à reportagem do Portal AHora.

Os mais de 70 funcionários que operam dentro do Porto recebiam mensalmente da empresa Triângulo R$ 330, R$ 21,90 por dia trabalhado e o anúncio do cancelamento do benefício deixou a todos indignados.

A Vigilância Triângulo opera no Porto há mais de vinte anos e tem sua matriz na cidade de Criciúma, mantendo um escritório na Rua Nereu Ramos, no Centro de Imbituba. 

“O pessoal já ganha mal e querem ainda cortar esse vale sem explicação nenhuma e só dos funcionários de Imbituba”, relata o vigilante que não quis ser identificado com receio de retaliação por parte do empregador.

Segundo o funcionário, a empresa está justificando a troca dos vales por marmitas aproveitando uma brecha no Acordo Coletivo da categoria que diz que a empresa deve fornecer vales para a alimentação somente nos locais onde não são fornecidas refeições.

De acordo com informações repassadas pelo escritório da empresa em Imbituba, o motivo da mudança é garantir uma refeição mais “balanceada” aos empregados que poderão alimentar-se com um almoço “quente e de qualidade”.

Sindicato atua na luta pela manutenção do direito dos trabalhadores 

O presidente do Sindicato dos Vigilantes (Sinver), Serafim Medeiros Aguilera, informou ao Portal AHora que solicitou às administrações de Triângulo e SCPar Porto de Imbituba uma reunião o mais brevemente possível entre as partes para discutir o assunto.

Serafim disse que a administração da Triângulo está irredutível e não aceitou sequer reunir-se com o Sinver, mas que teve melhor sorte com a administração do Porto e uma reunião está agendada para a próxima terça ou quarta-feira, ainda a confirmar. De antemão, o diretor-presidente da SCPar, Osny Souza, relatou ao sindicalista “que não irá aceitar que os vigilantes recebam marmitas e irá pressionar a empresa a voltar ao sistema de fornecimento de refeições antigo, via Vale-Alimentação”.

Outra preocupação manifestada pelo presidente do Sindicato é com a infraestrutura necessária para a entrega das marmitas; ao que lhe consta, não há refeitório e estrutura adequada para que os empregados façam as suas refeições, o que contraria o Acordo Coletivo que prevê em caso de fornecimento de refeições que os empregados tenham todas as condições, inclusive o acompanhamento de uma nutricionista, para se alimentarem.

Serafim finaliza dizendo que na segunda-feira, primeiro dia da entrega de marmitas, estará na entrada principal do Porto falando com os trabalhadores e conferindo in loco o que será entregue para a alimentação dos vigilantes e de que forma.


SC Par Porto de Imbituba emite nota sobre o impasse

Em Nota, a administração da SCPar Porto de Imbituba confirma o apoio à reivindicação dos vigilantes:   

NOTA DA SCPAR PORTO DE IMBITUBA

"A administração do porto está analisando a situação e, inclusive, tem reunião agendada na próxima semana para debater o assunto com a empresa terceirizada. No entendimento da diretoria executiva da SCPar Porto de Imbituba, a melhor solução é continuar o fornecimento do benefício, através do vale-alimentação."



    Palavras-chave
  • Imbituba
  • Triângulo
  • Vale-Alimentação
  • marmita
  • SCPar
  • Porto
  • Sinver
  • Sindicato
  • trabalhadores
  • vigilantes
  • precarização
  • reforma trabalhista
  • empresa
  • direitos
  • acordo coletivo
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil