Publicidade


Notícias


Pesquise


Pedro Henrique e Gita: Erro no Chile traz à tona a curiosa ligação entre o Corinthians, seu xará de Esportes

Pedro Henrique e Gita: Erro no Chile traz à tona a curiosa ligação entre o Corinthians, seu xará de "Cabeçuda" e dois craques de Imbituba

por Administrador 07-06-2018 há 6 mêses 2826

  • Tweet

Publicidade

Dois imbitubenses craques de bola, o ex-jogador de futebol, Luiz Nazareno Ribeiro, o Gita, e seu sobrinho Pedro Henrique, zagueiro do Corinthians;  além de um clube amador de Laguna ganharam destaque no GloboEsporte.com após um erro bastante inusitado ocorrido no Chile chamar à atenção de milhares de corintianos e ‘anti-corintianos’. Com isso, uma curiosa coincidência foi revelada pelo jornalista Eduardo Ventura, da Rádio Santa Catarina e do jornal Diário do Sul e escrita pelos repórteres Eduardo Florão e Marcelo Braga.

Depois de o sorteio dos confrontos da Copa Libertadores da América, definir o Corinthians como adversário do Colo Colo, o tradicional clube do Chile usou suas redes sociais para anunciar o confronto. Um “detalhe”, no entanto, saltou aos olhos e causou estranheza: o escudo usado pelos chilenos era do Corinthians, mas o de Cabeçuda, clube de Laguna que teve o futebol adulto extinto em 2009.

A gafe cometida pelos chilenos trouxe à tona uma história curiosa, contada por Ventura aos jornalistas do site globoesporte.com: o Corinthians de Cabeçuda tem uma ligação direta com o Corinthians original, ligação essa que passa por Imbituba. Pedro Henrique “tem um tio que também já defendeu a camisa do Corinthians, só que o da Cabeçuda. Uma história de passagem do tio que o defensor do Timão paulista, que atua na posição que Gita jogou jogou, confessa que sequer conhecia. 

“Não vi meu tio jogar, mas o pessoal da minha cidade fala que ele jogava muito. Um defensor muito técnico, inteligente e forte. Me inspirei um pouco nele, mas um pouco mais em meu irmão, Luiz Antônio, que sempre vi jogar. Mas, claro que sabendo que meu tio era um ótimo zagueiro, pesou um pouco na minha escolha de posição”, disse Pedro Henrique ao Portal AHora.

Confira a reportagem do globoesporte.com clicando aqui.

Gita, que defendeu dezenas de clubes de Santa Catarina e inclusive compôs o inesquecível Imbituba A.C. do final do início da década de 1990 com feras como os ex-jogadores Pita, Mário Júnior, Catega, Écio, o goleiro Zé Luiz e Adílson (já falecido), relembrou a carreira do pai, revelando a veia futebolística da família. 

Gita quando atuava profissionalmente pelo saudoso Imbituba Atlético clube
Gita quando atuava profissionalmente pelo saudoso Imbituba Atlético clube. foto: Arquivo pessoal

“Meu pai foi profissional no Hercílio Luz, passou para mim e acabei passando um pouco para o Pedro. Acompanho a carreira dele desde o início. Vou lá sempre que posso, ao CT, em São Paulo, e o oriento. Ele está com 22 anos, em uma cidade grande. Todas as ofertas para um jogador de futebol são boas e perigosas. Sempre o acompanho para fortalecer seu profissionalismo porque muitos se perdem em função do glamour”, disse.

Gita hoje administra uma clínica de recuperação para dependentes químicos no bairro Sambaqui, em Imbituba. Além do Atlético, em Imbituba o ex-atleta só não atuou pelo Paes Leme, sendo nove vezes campeão da cidade por Vila Nova, União, Estiva, Arroio, Juventus. Considerado à época um dos melhores zagueiros da região, o hoje “tio do Pedro Henrique” emprestou seu futebol a vários times do Estado em cidades como Garopaba, Tubarão, Laguna e região de Joinville. 

Gita, Luiz Antonio, Pedro Henrique e o amigo Alisson
Gita, Pedro Henrique e amigos em jogo beneficente do atleta do Timão

“Meu tio é um cara sensacional em tudo o que faz, seja na bola como ajudando as pessoas, com um coração imenso. O admiro muito também pela força e determinação que ele tem”, elogia o atleta que se profissionalizou no clube paulista onde já conquistou, como um dos protagonistas, dois campeonatos brasileiros. 

Já Gita não esconde a emoção ao lembrar dos tempos em que tratava bem a bola nos gramados e, bem humorado, comentou a lembrança da reportagem sobre sua passagem pelo time de Cabeçudas. 

“A bola me deu muitos amigos e tenho muitas saudades dessa época, inclusive da passagem pelo Corinthians, onde fiz muitos amigos. Pedro e eu temos uma relação bem afinada e o sonho dele sempre foi ser um profissional. Torço muito por ele. É um moleque humilde e é muito determinado naquilo que almeja. Sempre conversamos, aliás, quase todos os dias. Sou um fã dele e passo algumas orientações. Fiquei feliz com a reportagem, pois vi que a fama atravessou o tempo. Fiz minha parte na história e deixei um legado como jogador, e isso não tem preço. Meu desejo é que ele (Pedro) tenha todo sucesso do mundo, pois ele merece demais”, finaliza.

Gita, a esposa e Pedro Henrique na Arena após a conquista do Brasileirão de 2017


O CORINTHIANS DA CABEÇUDA

Pedro Henrique se criou no bairro Divinéia, a uns 30 quilômetros da casa do Corinthians FC, clube amador fundado em 1935, quase no limite entre Imbituba e Laguna, onde mora Wilson Barreiros, filho do fundador do clube. 

“Meu pai fundou com a comunidade toda. Pessoal do interior foi para São Paulo trabalhar de garçom e voltou com a novidade de que tinha um time chamado Corinthians. Foi assim. Os uniformes de 70 em diante começaram a ser parecidos com os do Corinthians mesmo”, conta 

O time adulto, que chegou a ser campeão municipal algumas vezes na década de 1990 e foi desativado em 2009, poucos anos após a morte do fundador e mantenedor do clube, João Prezalino. Mesmo assim, ainda hoje o Corinthians mantém a sede e campo, onde funciona uma escolinha comandada por um ex-jogador do "sósia catarinense".


Corinthians da Cabeçuda em 1995 (Foto: Eduardo Ventura/Arquivo Pessoal)
Corinthians da Cabeçuda em 1995 (Foto: Eduardo Lira Ventura/Arquivo Pessoal)
    Palavras-chave
  • Corinthians
  • Imbituba
  • Laguna
  • Pedro Henrique
  • Gita
  • Luiz
  • Nazareno
  • Cabeçuda
  • zagueiro
  • amador
  • Timão
  • imbitubense
  • tio
  • sobrinho
  • Itaquera
  • Colo colo
  • Libertadores
  • escudo
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil