Prefeitura de Laguna decreta “Situação de Emergência” no município
Publicidade


Notícias


Pesquise


Prefeitura de Laguna decreta “Situação de Emergência” no município Geral

Prefeitura de Laguna decreta “Situação de Emergência” no município

por Redação 29-05-2018 há 2 mêses 403

  • Tweet

Publicidade

Em virtude do movimento de paralisação dos caminhoneiros que persiste há uma semana e não há previsão segura do retorno à normalidade da falta de combustíveis que tem gerado transtornos nos transportes públicos e aquaviários, do desabastecimento de produtos alimentícios, de insumos hospitalares, gás de cozinha e demais itens de caráter indispensável e e para evitar situações que possam comprometer a oferta da prestação de serviços considerados essenciais à população, nas áreas de Saúde, Educação e Segurança Pública, a Prefeitura de Laguna decretou a Situação de Emergência no Município.

A medida, disposta na Instrução Normativa nº 2, de 20 de dezembro de 2016, do Ministério da Integração Nacional, que estabelece procedimentos e critérios para a decretação de situação de emergência pelos municípios, foi tomada com base em informações levantadas pelas secretarias da Prefeitura de Laguna, que indicam a existência de danos significativos decorrentes do desabastecimento. Através dela, fica autorizada a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a organização Secretaria de Administração, Finanças e Serviços Públicos, “nas ações de resposta à situação e para a reabilitação da normalidade dos serviços, visando otimizar todos os meios necessários a fim de garantir precipuamente as assistências à saúde e segurança pública, dentre outros”. 

A Secretaria de Administração, Finanças e Serviços Públicos deverá restringir o abastecimento dos veículos que não estejam diretamente destinados aos serviços de Saúde e Segurança Pública. Ficam os secretários municipais autorizados a adotar todas as medidas necessárias para a manutenção da regularidade das atividades institucionais; os postos de combustíveis do município devem priorizar o atendimento para a manutenção dos serviços essenciais, tais como Coleta de Lixo, Saúde, Educação, Segurança Pública, Transporte Público e Aquaviário; as medidas de que trata o Decreto e que visam otimizar a prestação de serviços públicos vigorarão até a reversão da situação de desabastecimento ou pelo prazo de até 180 dias.

 

Foto: Ronaldo Amboni

    Palavras-chave
  • Greve
  • caminhoneiros
  • Santa catarina
  • manifestações
  • diesel
  • Governo
  • proposta
  • movimento
  • Laguna
  • Emergência
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil