Publicidade


Notícias


Pesquise


 Chumbinho confirma favoritismo e imbitubense Vini dos Santos fica em 6º no Mormaii Big Wave 2018, etapa do Mundial de Ondas Grandes Esportes

Chumbinho confirma favoritismo e imbitubense Vini dos Santos fica em 6º no Mormaii Big Wave 2018, etapa do Mundial de Ondas Grandes

# por Eduardo Rosa 22-05-2018 há 1 mês 636

  • Tweet

Publicidade

Um evento que vai ficar na história do surf catarinense e brasileiro: o Mormaii Big Wave 2018 atraiu um grande público, personalidades e muitos dos melhores surfistas de ondas grandes do Brasil e do Mundo. 

A praia do Cardoso, no Farol de Santa Marta, em Laguna, recebeu nesta segunda feira (21), as maiores ondas do Brasil, em um campeonato épico, como já havia acontecido em anos anteriores, só que desta vez, chancelado pela World Surf League (WSL) entidade máxima do surf mundial.

A presença de alguns dos melhores surfistas de ondas grandes do país e do planeta - sim, o Brasil também faz bonito nas ondas grandes pelo mundo há anos -, como Lucas Chianca, ou Chumbinho - que apareceu para o mundo das ondas grandes quando terminou na sexta colocação na mesma praia do Cardoso, no Desafio Mormaii de Ondas Grandes em 2015 -, Pedro Calado, Rodrigo Koxa - que há duas semanas recebeu o prêmio pela maior onda já surfada até hoje, que redeu sua entrada para o Guinnes Book -, entre tantos outros, deram ainda mais importância para o evento.

Rodrigo Koxa, após entrar no Guinnes Book com a maior onda já surfada, disputou o Mormaii Big Wave 2018. Foto: James Thisted


Dos 24 convidados, distribuídos em baterias de seis atletas, classificando três em cada bateria para a fase seguinte, a final foi disputada entre os melhores surfistas na competição. Diferentemente dos eventos tradicionais de surf, a competição ocorrida em Laguna elege o surfista com mais coragem e determinação em descer as maiores ondas que entrarem, e consequentemente, as melhores performances de cada um. 

Lucas 'Chumbinho' Chianca foi o melhor em Laguna

Chumbinho numa das grandes ondas que entraram no Cardoso nesta segunda feira. Foto: Sebastian Rojas.

O carioca Lucas 'Chianca', mais conhecido como 'Chumbinho', desde o início da competição demonstrou ser o mais atirado, junto com Caio Vaz, Marcos Monteiro e o chileno Cristian Merello. Na grande final, sobrou disposição dos finalistas para encarar as ondas de mais de 5 metros de altura, particularmente, além de tentarem realizar as melhores performances dentro d'água, com ousadia e coragem, a preocupação principal de toda a organização era com a integridade física dos atletas envolvidos.  

Lucas 'Chumbinho', por diversas vezes se colocou em posições perigosas para surfar as melhores ondas, e isto lhe trouxe a vitória no Mormaii Big Wave 2018. Na segunda colocação, o também carioca e salva vidas no Rio de Janeiro, Marcos Monteiro, deu aula de 'sobrevivência' no mar na praia do Cardoso. O Chileno, Cristian Merello, impressionou desde a estréia no evento, e levou a terceira posição. Os brasileiros, Paulo Moura e Caio Vaz ficaram com o quarto e quinto lugares respectivamente. 

Lucas Chumbo vive a melhor fase de sua carreira. Integrante do Big Wave Tour, ele venceu a etapa do circuito em Nazaré, no mês de fevereiro, e ainda levou o prêmio de melhor performance no Big Wave Awards, o Oscar do surfe de ondas grandes, no final de abril.

Imbitubenses representam: Caique Guimarães mostrou muita disposição e Vini dos Santos fez história

Caíque Guimarães levou, mais uma vez, o nome de Imbituba  para esta competição de coragem e preparo físico. Foto: Eduardo Rosa.
Caíque Guimarães levou, mais uma vez, o nome de Imbituba para esta competição de coragem e preparo físico. Foto: Eduardo Rosa.

Entre os convidados, dois imbitubenses que levaram o nome da cidade para o Mormaii Big Wave 2018. Caíque Guimarães gerou grande expectativa até mesmo para os organizadores da prova, já que terminou em 7º lugar o Desafio de Ondas Grandes em 2015, na mesma praia do Cardoso. O vento frontal as ondas, que apertou um pouco mais em sua bateria, fazendo suas entradas nas ondas - e de muitos atletas -  serem travadas já no início da descida. De qualquer forma, é um dos melhores big riders de Imbituba e região. 

Já Vinicius dos Santos, começou muito bem o evento, conseguindo pouco depois da metade da bateria, a virada nas notas que precisava para avançar na competição. Na semifinal deu show, ao terminar a bateria na primeira colocação, a frente de alguns dos melhores big riders brasileiros, Felipe 'Gordo' Cesarano, além de Rodrigo Koxa, que não conseguiram classificação para a final. 

Vini dos Santos e Felipe 'Gordo' Cesarano. Foto: Eduardo Rosa.
Vini dos Santos e Felipe 'Gordo' Cesarano. Foto: Eduardo Rosa.


Na contagem regressiva para o término desta bateria, Vini ainda protagonizou um momento de coragem e ousadia, ao se atirar numa onda gigantesca, e despencar do 'terceiro andar', arrancando gritos e aplausos do público presente na praia. Segundo ele, "o Tiago Jacaré gritou pra eu ir na onda, e não podia 'amarelar'!!. Foi insano, fiquei pendurado no lip por alguns segundos, muita água e turbulência, e tomei um baita caldo, que pensei que não ia ser solto pela onda".  Vini surfou esta bateria com a prancha de Henrique de Bona, presidente da Associação de Surf de Imbituba (ASI).

Vini dos Santos: Inspiração do Pai (Elói Figueredo)

Vini junto com represetantes da ASI durante a premiação do Mormaii  Big Wave 2018. Foto: Eduardo Rosa.
Vini junto com represetantes da ASI durante a premiação do Mormaii Big Wave 2018. Foto: Eduardo Rosa.

Segundo Vini, a tradição já vem de família, "Meu pai já tinha tradição de botar pra baixo, de ser um ótimo surfista da praia da Vila, e sabia entubar também muito bem. E meu inspiro mesmo nele, o Elói da praia da Vila." E para finalizar em relação a polêmica sobre ser de Imbituba ou Floripa, Vini fez questão de comentar: "Sou de origem das duas praias. Eu nasci em Floripa, mas me criei em Imbituba. porque toda minha história é em Imbituba. Na realidade isto é apenas um rótulo. O surf mesmo é muito mais do que isso. Tenho história nas duas praias e tenho orgulho das duas. "

Resultado do Mormaii Big Wave 2018

1. Lucas Chumbo (BRA)
2. Marcos Monteiro (BRA)
3. Cristian Merello (CHI)
4. Paulo Moura (BRA)
5. Caio Vaz (BRA)
6. Vinicius dos Santos (BRA)

    Palavras-chave
  • LAguna
  • surf
  • ondas grandes
  • big riders
  • Mormaii
  • Cardoso
  • praia
  • Farol de Santa Marta
  • Lucas Chumbo
  • Vinicius dos Santos
  • Marcos Monteiro
  • Eduardo Rosa
  • Surfemais
  • Tweet
Atenção

As opiniões de nossos colunistas não expressam necessariamente a opinião do Portal AHora e são de responsabilidade dos mesmos. O espaço é aberto para a expressão pessoal, independentemente de credo, linha de atuação ou posição política, de acordo com a forma que cada um de nossos colunistas vê e sente o mundo.


Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil