Moradores de Aguada denunciam lixão clandestino próximo ao reservatório de água
Publicidade


Notícias


Pesquise


Moradores de Aguada denunciam lixão clandestino próximo ao reservatório de água Geral

Moradores de Aguada denunciam lixão clandestino próximo ao reservatório de água

por Redação 09-12-2016 há 1 ano 265

  • Tweet

Publicidade

Moradores dos bairros Vila Alvorada (Aguada) vêm denunciando desde o final de 2014 a existência de um aterro ilegal de uma vala de drenagem onde são depositados diversos tipos de resíduos. A área fica abaixo do reservatório de água da Serrana, entre a Avenida Treze de Setembro e a Rua Itagiba, em uma área urbana,  e transformou-se em um verdadeiro lixão, acarretando sérios problemas ambientais, sanitários e risco de desmoronamento do local.


Foto flagra caminhão despejando resíduos no lixão clandestino

Eles relatam que, diariamente, empresas de disk-entulho, carros com caçamba e pessoas com carrinho de mão despejam resíduos orgânicos, restos de construções e mobília, latas de tinta, eletrodomésticos e até já registraram despejo de restos orgânicos de uma barraquinha de coco e milho verde. Fotos e vídeos enviados ao AHora flagram caminhões de disk-entulho e caçambas despejando lixo em plena luz do dia.



De acordo com os moradores, há dois anos várias por denúncias foram encaminhadas à Prefeitura e até mesmo ao Ministério Público, mas até hoje nenhuma solução foi tomada. Eles ainda relatam que no verão o cheiro de chorume é forte e que em dias bem quentes dá para ver inclusive gases saindo do solo.



Restos de construção civil são despejados diariamente no local

Além do risco de contaminação e explosão no local, a situação, ilegal, ainda pode causar a proliferação de agentes vetores de doenças como baratas, ratos, pombas e o mosquito Aedes Aegypti, que transmite doenças graves, como dengue, febre amarela, febre zica e chikungunya.