Publicidade


Notícias


Pesquise


VÍDEO: Um dia depois de reajustar tarifas, Santo Anjo é flagrada desrespeitando Justiça, deixando pessoas sem ônibus no Feriadão Geral

VÍDEO: Um dia depois de reajustar tarifas, Santo Anjo é flagrada desrespeitando Justiça, deixando pessoas sem ônibus no Feriadão

por Administrador 25-04-2018 há 7 mêses 2976

  • Tweet

Publicidade

Maciçamente reprovada pelos imbitubenses e flagrada no último fim de semana, por um vereador. ignorando uma medida judicial, a exemplo do que vem fazendo há anos, desrespeitando a população de Imbituba, a Santo Anjo, aumentou, no último sábado, dia 21, o preço de suas passagens.

As novas tarifas de ônibus já estão valendo. Desde sábado, o usuário, que antes pagava tarifas de R$ 3,40 e R$ 4,00 pelos péssimos serviços oferecidos pala empresa que há mais de 40 anos opera o transporte público coletivo de Imbituba,  já paga R$ 3,90 e 4,10, respectivamente. 

No entanto, o reajuste, que foi autorizado pelo prefeito Rosenvaldo Junior, o qual, contrariado, já anunciou que irá promover uma nova licitação para o setor até o final deste ano, foi bem menor do que o que a empresa pleiteava. A Santo Anjo pedia 28% de aumento e chegou inclusive a ameaçar parar seus serviços caso não fosse atendida.

Motivada pelas ameaças da empresa privada, de deixar a população sem os serviços de transporte; há 12 dias a procuradoria-geral da Prefeitura de Imbituba impetrou uma medida judicial contra a Santo Anjo, pedido que foi acatado pelo juiz da Comarca que proibiu a concessionária de interromper os serviços, fundamentando que “a empresa possuiria outros meios para conseguir o seu alegado direito, sem que coloque em risco o transporte público municipal.” 

Na oportunidade, a justiça também acatou o pedido da Procuradoria, para que alguns horários de linhas que foram suprimidos pela Santo Anjo (incluindo a linha que vai para o bairro Guaiúba) fossem restabelecidos, proibindo a empresa de suprimir horários sem o consentimento do Município.

Entretanto, segundo o vereador Gilberto Pereira, o Beto do Zé Neide (PR), que preside a Comissão Especial de Transporte da Câmara; no último final de semana, a Santo Anjo, mais uma vez desrespeitou a Justiça e à população do município. Chamado por usuários, o próprio parlamentar, segundo ele, percorreu e registrou todas as ruas onde passariam os ônibus na região norte do Município, onde testemunhou os desrespeitos da Santo Anjo, gravando inclusive um vídeo como prova.

ASSISTA AO VÍDEO ONDE, NO FERIADÃO DE TIRADENTES E FESTA DO CAMARÃO,  VEREADOR DE IMBITUBA TESTEMUNHA USUÁRIOS DO TRANSPORTE ESPERANDO PELOS ÔNIBUS DA SANTO ANJO


"Esperamos que seja realizada uma nova licitação para que tenhamos um transporte público confiável, com qualidade, eficiência, frequência, conforto e segurança", diz vereador 


"Neste feriadão de Tiradentes, quando foi realizada a Festa do Camarão, frequentada por uma grande parcela da população, fui pessoalmente verificar as inúmeras reclamações quanto à precariedade do nosso transporte público. Pude testemunhar que a Santo Anjo deixou centenas de pessoas na mão, nos pontos, esperando pelos ônibus, cansadas do dia de trabalho ou tentando ir a outros lugares, mas tudo em vão”, relata o vereador.

Ao presenciar e constatar as irregularidades, Beto Pereira formulou um ofício com 26 páginas onde alerta o Poder Executivo quanto às irregularidades cometidas pela empresa, levou o tema para a tribuna da sessão desta segunda-feira (23) da Câmara e enviou as provas ao Ministério Público Estadual.  Mesmo há anos reduzindo linhas, horários, empregos (extinguiu a função de cobrador acumulando o serviço aos motoristas), a empresa alega que está suportando uma defasagem maior de 28% na tarifa antes praticada “acumulando prejuízos em razão da elevação dos preços do óleo diesel, salários e outros insumos”.

“Não podemos ficar na mão de uma empresa que vem ignorando o cidadão de Imbituba há décadas, ignorando o usuário que utiliza os seus serviços e paga caro por isto, visto a má qualidade que prestam seus serviços e agora ignorando até mesmo a Justiça. Já encaminhei as provas ao MPSC e esperamos que de fato seja realizada uma nova licitação para que tenhamos um transporte público no qual possamos confiar, com qualidade, eficiência, frequência, além de oferecer conforto e segurança aos usuários”, complementa Pereira, responsável por um levantamento feito pelo Ministério Público que apontou diversas irregularidades da empresa privada que, por enquanto, ainda opera o transporte coletivo imbitubense.


PREFEITO IRÁ ABRIR CONCORRÊNCIA PARA EMPRESAS 

A ameaça da Santo Anjo de paralisar as atividades veio em meio ao anúncio de que um novo processo licitatório para o transporte público deva ser feito até o fim do ano, devido a irregularidades apontadas pelo Ministério Público. 

“Existe um levantamento do Ministério Público sobre a irregularidade da concessão, que foi renovada em 2013 pela gestão anterior sem processo licitatório. A solicitação do MP é que façamos uma nova licitação da concessão, e estamos trabalhando nisso junto à Procuradoria. Inclusive, já contratamos o estudo de outorga para esse processo licitatório, que deve sair até o fim deste ano. Além disso, também está sendo feito o estudo de mobilidade urbana do município”, ressaltou o prefeito Rosenvaldo Júnior.

A decisão do prefeito Rosenvaldo teve como base o resultado dos estudos da Comissão Especial formada no ano passado pelo Legislativo, na pesquisa de satisfação encomendada pela Comissão e no levantamento do Ministério Público sobre a irregularidade apontada na atual concessão, além do que foi colhido nas diversas audiências públicas realizadas com a participação dos usuários diretamente nas comunidades.


DESCONTENTAMENTO HISTÓRICO

Desde o início da administração do prefeito Rosenvaldo Júnior, a concessão dos serviços de transporte coletivo urbano de Imbituba está sendo reavaliada pelo Executivo e até por uma comissão especial da Câmara de Vereadores, que no ano passado, analisou juntamente com a população, representantes da Santo Anjo, e Prefeitura a situação do questionado e "reprovado" serviço de transporte público do município.

A Comissão, à época, apresentou estudos detalhados e o resultado de uma pesquisa feita pela internet que apontou enorme insatisfação com os serviços, questionando a manutenção da concessão da Santo Anjo e apresentando um novo modelo mudando todo o sistema. O prefeito Rosenvaldo Júnior participou da audiência e com sua equipe de Governo, avaliou as propostas apresentadas.

Os estudos apontaram inclusive irregularidades na concessão e teceram críticas contundentes à atuação da empresa privada que há décadas opera o sistema e que, há cerca de dois anos e meio, foi repassada a empresários gaúchos, mesmo tempo em que atua em Imbituba sob um contrato herdado do governo tucano do ex-prefeito Jaison Cardoso de Souza. Irregularidades estas que levaram a uma completa reavaliação do sistema de transporte público oferecido à população de Imbituba. 

Alegando haver “descumprimento contratual por parte da empresa”, a administração do município vinha resistindo a conceder o reajuste de 28% pedido, não antes que a empresa colocasse em dia as suas obrigações contratuais.

    Palavras-chave
  • Imbituba
  • Santo Anjo
  • reajuste
  • tarifa
  • passagem
  • desrespeito
  • supressão de linhas
  • ministério público
  • investigada
  • concessionária
  • irregularidades
  • descumprimentos
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil