Publicidade


Notícias


Pesquise


OAB Imbituba promove palestra gratuita com a Dra. Caroline Ruschel, sobre a prática da Constelação Familiar em conflitos no Judiciário  Geral

OAB Imbituba promove palestra gratuita com a Dra. Caroline Ruschel, sobre a prática da Constelação Familiar em conflitos no Judiciário

por Redação 20-03-2018 há 3 mêses 414

  • Tweet

Publicidade

O entendimento da prática da constelação familiar, que vem sendo empregada cada vez mais no Poder Judiciário como forma de solucionar questões antes mesmo das audiências de conciliação, será o tema da palestra que será proferida pela Dra. Caroline Vieira Ruschel, às 9h desta quarta-feira (21), na sede da Ordem dos Advogados do Brasil – secção Imbituba. 

O tema “Entendendo as constelações familiares e sua aplicação no Poder Judiciário”, será abordado pela advogada Doutora e Mestre em Direito pela UFSC, professora universitária e especialista em Gestão de Conflitos Ambientais pela Universidade de Tubigen (ALE), na palestra que terá entrada é gratuita. O prazo para confirmação de presença , que pode ser feita na sede da OAB ou pelo telefone (48) 3255-3360, termina nesta terça-feira (20). 

Criada em 1980 pelo filósofo e psicoterapeuta alemão Bert Herllinger, a técnica de constelação familiar foi trazida para o Judiciário brasileiro em 2012, pelo juiz Sami Storch. A Resolução 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o novo Código de Processo Civil, em vigor desde 2016, deram força a esse tipo de abordagem, que estimula a solução de conflitos judiciais por meio do consenso entre as partes, inclusive com auxílio de profissionais de outras áreas de conhecimento, quando se trata de família.

Sobre a prática da constelação familiar no Judiciário

Aplicada com sucesso em grande parte do judiciário brasileiro, principalmente, em processos envolvendo questões como pensão alimentícia, divórcio e guarda dos filhos, a técnica consiste em uma nova abordagem da Psicoterapia Sistêmica Fenomenológica. Ela permite a reconstrução da árvore genealógica de uma pessoa que possui um problema a partir de um desenho vivo, energético e sensorial. 

A ideia é que sejam visualizados e, posteriormente, dissolvidos antigos padrões (como conflitos e até mesmo doenças) que se repetem e impedem o livre fluxo de amor entre os membros de um sistema familiar. A solução torna-se possível quando a ordem básica sistêmica é restabelecida, os familiares excluídos voltam a ser respeitados e a herança familiar é aceita.


AS LEIS DO AMOR

Hellinger descobriu alguns pontos esclarecedores sobre a dinâmica da sensação de "consciência leve" e "consciência pesada", e propôs uma "consciência de clã", que se norteia por "ordens" arcaicas simples, que ele denominou de "ordens do amor". O filósofo também demonstrou a forma como essa consciência enreda inconscientemente uma pessoa na repetição do destino de outros membros do grupo familiar. Essas ordens do amor referem-se a três princípios norteadores:

1 - Pertencimento: a necessidade de pertencer ao grupo ou clã;
2 - Equilíbrio: a necessidade de equilíbrio entre o dar e o receber nos relacionamentos;
3 - Hierarquia: necessidade de hierarquia dentro do grupo ou clã.

Para Hellinger, as ordens do amor são forças dinâmicas e articuladas que atuam em famílias ou relacionamentos íntimos. A desordem dessas formas é percebida sob a forma de sofrimento e doença. O fluxo harmonioso, por sua vez, aparece como uma sensação de bem-estar no mundo.

    Palavras-chave
  • Imbituba
  • palestra
  • OAB
  • constelação familiar
  • constelações familiares
  • Hellinger
  • conflitos
  • mediações
  • familiares
  • divórcio
  • separação
  • guarda
  • judiciário
  • psicoterapia
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil