Número de praias próprias para banho cresce em Santa Catarina
Publicidade


Notícias


Pesquise


Número de praias próprias para banho cresce em Santa Catarina Meio Ambiente

Número de praias próprias para banho cresce em Santa Catarina

por Redação 19-02-2018 há 6 mêses 259

  • Tweet

Publicidade

Três semanas após ter apenas 43,7% dos locais analisados como próprios para banho, pior resultado das últimas cinco temporadas, o número de pontos com boas condições de balneabilidade cresceu em Santa Catarina. Segundo relatório divulgado pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma) na última sexta-feira, o Estado está com 54,4% dos pontos analisados como próprios para banho — o índice era de 53,5% na semana passada.

Entre os 117 pontos considerados próprios, apenas sete municípios do litoral catarinense têm todos os locais analisados com boas condições de balneabilidade: Araranguá, Balneário Gaivota, Biguaçu, Itapoá, Jaguaruna, Laguna e Piçarras. Imbituba quase entra na lista, com apenas um dos oito locais avaliados como impróprio. Em Balneário Camboriú, onze (73,3%) dos 15 pontos estão recomendados para banho.

A cidade que concentra o maior número de locais avaliados é Florianópolis, onde apenas 35 dos 75 pontos estão próprios, equivalente a 46,6%. Na semana passada o índice era ainda mais baixo: 40%. Em Canasvieiras todos os pontos seguem impróprios e nos Ingleses apenas um local permite o banho: em frente à Rua Morro das Feiticeiras, no canto esquerdo da praia. Já em Jurerê, apenas um dos quatro pontos analisados está próprio — enquanto os dois locais avaliados na parte Internacional voltaram a ser próprios para banho.

A situação é ainda mais crítica em Penha, onde apenas quatro dos onze pontos analisados (36,3%) são recomendados para banho. Itapema e Bombinhas têm três dos oito locais avaliados (37%) como próprios. Em Governador Celso Ramos são apenas cinco (38,4%) pontos próprios entre os 13 avaliados.

As coletas foram realizadas entre 12 e 16 de fevereiro e o relatório completo está no www.fatma.sc.gov.br ou no aplicativo Praias SC, disponível para Android.

ENTENDA COMO É FEITA A ANÁLISE DA FATMA

A Fatma segue as normas da Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). Dessa maneira, é levado em consideração o conjunto das últimas cinco análises. Para que um ponto seja considerado impróprio, duas dessas cinco análises precisam ter resultados negativos — com mais de 800 coliformes por 100 mililitros de água. Outra possibilidade de o ponto não estar banhável é se em apenas uma coleta forem localizados mais de 2 mil coliformes por 100 mililitros de água.

    Palavras-chave
  • Balneabilidade
  • Santa Catarina
  • Fatma
  • relatório
  • IMA
  • meio ambiente
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil