Publicidade


Notícias


Pesquise


Botos, símbolo de Laguna, correm risco de extinção Meio Ambiente

Botos, símbolo de Laguna, correm risco de extinção

por Redação 16-11-2017 há 8 mêses 324

  • Tweet

Publicidade

Os botos de Laguna, que ganharam fama internacional por ajudarem pescadores artesanais a localizar os cardumes de peixes, e que deram à cidade o título de Capital Nacional do Boto Pescador, correm risco de extinção.

Este ano, cinco animais foram encontrados mortos e o principal motivo é emalhe em redes ilegais de pesca. Eles ficam presos nos equipamentos ilícitos, principalmente na saída do rio. Ao ficarem presos, não conseguem subir até a superfície para respirar e morrem por afogamento.

Órgãos ambientais, pesquisadores e poder público buscam maneiras de fortalecer a fiscalização.

Pesquisadores da Udesc que monitoram a espécie tursiops truncatus no complexo lagunar afirmam que, hoje, existem entre 48 e 50 animais na região. O índice de mortes em 2017, assim como no ano passado, chegou à taxa de 10% e acendeu o alerta. Se nada for feito, a população de botos pode ser dizimada em 10 anos, o que traria perdas não somente para o meio ambiente, mas para quem depende da pesca com o boto para sobreviver.

– A espécie existe em outros lugares do Brasil e do mundo, então não vai se extinguir. Mas a atividade da população de Laguna e as espécies concentradas na cidade podem acabar – alerta o professor de Engenharia de Pesca e Biologia Marinha, Pedro Volkmer de Castilho.

    Palavras-chave
  • Boto
  • Laguna
  • pesca
  • emalhe
  • área
  • Instituto Ambiental
  • extinção
  • Tweet

Últimas Notícias


As melhores publicações e novidades no seu e-mail.

logo

Informações, negócios e cultura local atualizados diariamente.

Fale Conosco

48 99115.3012
48 99998.8885
Inbox no Facebook

contato@portalahora.com.br

Localização

Imbituba - SC Brasil